quinta-feira, 28 de outubro de 2010

"As fogueiras ainda estão acesas!..."



Pra onde quer que eu vá, sou impelido a falar a minha verdade... aquilo que penso. E a reagir e agir no intuito de sobreviver e respirar melhor! Se corro para a astrologia encontro meu Plutão vivendo um momento especial no céu em oposição ao Plutão de minha carta natal ( Como bem é explicado no Blog Cova do Urso em: Os trintões de hoje [Plutão em quadratura a Plutão] ...ah! 
Eu tenho só 29! )  
Se tento me refugiar num divã vermelho ( Não sei por que mas sempre imagino um divã vermelho-claro-que-sei!) encontro meu desejo de libertação e minha luta vitoriosa por falar o que penso, ao invés de reprimir... ser o que penso, o que quero ser, é ser mais saudável! Se corro mais um pouco, sim, eu tentei muito esta tática, eu me deparo com a cara no muro da limitação sócio-cultural que vivi no inicio da minha vida... ( E sei que muitos talentos e personas, esta mesma limitação sócio-cultural-econômica limitou e limita!!! ). Enfim... tenho que lutar, não tem remédio, me resta ser marginal!? Vamos lá!!!
Mas agora, isto não mais é um fardo! Não mesmo. Quando a gente descobre a essência, o material do qual nossa alma é feito... e minha alma é feita de FOGO.
Eu resolvi me aceitar há algum tempo, aceitar o meu verso, a minha língua-faca, o meu sexo forte... a minha intensidade sincera... ! Aceitar que não era cristão... estas coisas 'simples' que todo mundo nega sentir, e sabe...!


No início do uso do termo marginal, era algo genial, não do indivíduo à margem por ser bandido ou pobre... ou favelado... mas um indivíduo que tinha pensamentos diferentes dos da comunidade em geral, alguém criativo, geralmente pensador ou artista, o que gerou a frase "Seja Marginal Seja Herói"... porque era o indivíduo que lutava contra a sociedade que o oprimia e pesava em seus ombros com seus valores ultrapassados ou sua política de divisão de bens desumanaMas observem o círculo: hoje, a elite recrimina o marginal e até mesmos os artistas, e agora  os Gurus da Web e pela Mídia em Geral, porque marginal virou termo de ladrão... mas se formos ver toda aquela história do anti-herói, o ladrão acaba por ser um protesto vivo!...
O favelado é um herói! Claro que é!... Voltamos aqui ao marginal-herói!? 
O Sambista era marginalizado, assim como o macumbeiro, o negro... Aqui no Brasil, este termo, a meu ver, nunca teve a força que teve na Europa ou nos EUA da Contracultura. Aqui marginal sempre foi depreciativo e pronto! Hoje o samba é nosso maior produto cultural... e já virou coisa comum! Pensemos nisto:
Se quem pensa algo novo é sempre marginalizado!
Como um canário no meio do bando de pardais! ( Gosto muito desta comparação , ela pra mim é a definição perfeita de um poeta marginal... ) Hoje temos a poesia marginal... será que bem rotulada? Será que ela é em sua totalidade marginal no sentido inteligente da coisa, herói da coisa? Pensador da coisa? Crítico da coisa?... Ou... é mais um rótulo social!?
Nesta desculturização que vivemos, insana muitas vezes, neste modo de ser que nos é obrigatório pela novela das oito e pela malhação-tortura mental das 17 e 30... a cultura ou o ser culto é o ser cult!.. Na massacradora sociedade massacrada!...
Que mantêm vivo o processo de marginalizar quem pensa, quem cria! Ainda temos as câmaras de tortura... elas podem ser invisíveis, assim como as fogueiras, mas ainda estão acesas, ativadas!... Elas são a tortura da descriminalização, da inveja de quem é livre... do medo da magia... da ignorância... dos fundamentalistas evangélicos que crescem em poder e realizam cultos no Congresso!!! Estas pessoas são radicais... e todo radical é uma ameaça ao Novo! ... ao Renovo! Isto tudo gera um choque social e cultural grande, que nasce da intolerância, da rejeição ao diferente! Todo pensamento ditador e paternalista e cartesiano- irredutível é temível, por ser um veneno à Evolução da Humanidade enquanto Sociedade! E daí nasce a nossa desculturização... a perda dos valores, e aí morrem os movimentos e suas causas nobres...
a Contracultura foi na minha opinião o único movimento de protesto pacífico além de Gandhi que deu certo! Mas e agora como ele está?... Onde andam os seus marginais? Onde andam os que fumavam maconha por um pensamento livre, agora que a maconha virou clichê de boyzinho-bombado que a utiliza como seu cigarro da balada? ( Não, eu não fumo e nem faço apologia, preste atenção no que lê!) Onde anda os pensamentos de Gandhi?

...a Contracultura foi na minha opinião o único movimento de protesto pacífico além de Gandhi que deu certo!  ...

Eu li em algum lugar um texto onde uma criatura dizia que Gandhi errou e provocou mais mortes que o nazismo... observe a inversão dos valores que isto traz consigio!!! Como alguém pode ser burro ao ponto de não enxergar que seguiu Gandhi quem quiz seguir e aí mora toda a alma do BEM e do MAL...
a diferença é a escolha, e mais a

paz de Gandhi... a sabedoria... o exemplo... Criticá-lo é dizer que aqueles et's do movimento Hippie estavam errados de sonharem um mundo igualitário...!
Eu já falei demais aqui! Eu sei...
Conheço pessoas que temem a verdade e preferem se esconder numa falsa espiritualidade para serem tidas como santas... ou aceitas pela sociedade... E quem não conhece?... E eu mesmo, quanto tempo tive medo de dizer o que pensava?!... Quantas noites fiquei sozinho por que perdi amigos que preferi mandar embora... por que usavam máscaras... quantas crises de dono-da-verdade-eu-não-sou eu passei? Até encontrar a linguagem que eu queria, a forma do meu verso... o que eu estava tentando dizer o tempo todo...
é que o Novo Mundo estava nascendo dentro de mim! E ninguém compreendia!!! Nem eu (?) (!)



Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Um Ano de Versos de Fogo

Marginal é a POESIA

que te PARIU!!!!!!!!!!

Violão em Chamas...

Violão em Chamas...