terça-feira, 5 de outubro de 2010

Escravo, e Rei da Ralé!...!



O poeta está a procura de um emprego
enfrenta filas, ' CAT's ' da vida! Orelhões!
Faz dinâmicas, entrevistas
sem nexo, provas de mentira,
despenteia-se na metrópole.
Mal sabem eles que o poeta já é um Trabalhador
Um Trabalhador da Palavra
E isto não é pouco não!
Não é pouca coisa!!!!
Estes homens e mulheres sofridos como 'quem quebra pedra'!
São as bases do futuro pensamento humano...
muitas vezes são profetas
outras...
libertadores!
Mas esta 'profissão do futuro' nunca deu dinheiro
até hoje neste passado...
Ou fazemos dar dinheiro esta tal de literatura
ou reconhecemos que enquanto o dinheiro existir
nada vai dar dinheiro!
É uma escolha a se fazer, mas ambas
são do Novo Mito!
Isto me lembra um antigo verso meu
que diz assim:

Ah libertem o poeta
ele só quer cantar!!!...
ele precisa cantar!...


_________
25/09/08

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Um Ano de Versos de Fogo

Marginal é a POESIA

que te PARIU!!!!!!!!!!

Violão em Chamas...

Violão em Chamas...