Outros Poetas


Mais Nina Rizzi:




outra baladilha cearense



si nóisintudo s'ajuntasse s'acoxasse si'ngozasse
si'nfômo livre livroso livresco
fazia ansim mi'a quadria:

ela amava ele que amava ela que amava a primeira ela que amava ele que amava uma segunda ela que amava eles e elas que se amavam e em bandeja se ofereciam e amavam.
*









Vale muito visitar o Blog Putas Resolutas, e conhecer Nina Rizzi, além da linguagem própria, os títulos dos seus poemas são inteligentíssimos, uma atração a parte! Esta poetiza ainda traz toda uma musicalidade que nunca conheci até ler seus poemas... pura, divina e santa! Acima de tudo VIVA! Recomendadíssimo!



>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>








Solano Trindade
O POETA DO POVO







Estou conservado no ritmo do meu povo
Me tornei cantiga determinadamente
e nunca terei tempo para morrer.



GRAVATA COLORIDA

Quando eu tiver bastante pão
para meus filhos
para minha amada
pros meus amigos
e pros meus vizinhos
quando eu tiver
livros para ler
então eu comprarei
uma gravata colorida
larga
bonita
e darei um laço perfeito
e ficarei mostrando
a minha gravata colorida
a todos os que gostam
de gente engravatada...







SOU NEGRO

A Dione Silva

Sou Negro 





meus avós foram queimados 
pelo sol da África 
minh'alma recebeu o batismo dos tambores atabaques, gonguês e agogôs

Contaram-me que meus avós 





vieram de Loanda 
como mercadoria de baixo preço plantaram cana pro senhor do engenho novo 
e fundaram o primeiro Maracatu.

Depois meu avô brigou como um danado nas terras de Zumbi 





Era valente como quê 
Na capoeira ou na faca 
escreveu não leu 
o pau comeu 
Não foi um pai João 
humilde e manso

Mesmo vovó não foi de brincadeira 





Na guerra dos Malês 
ela se destacou

Na minh'alma ficou 





o samba 
o batuque 
o bamboleio 
e o desejo de libertação...





....................................................................
Buscando Dylan Thomas

Fontes:
http://www.culturapara.art.br/opoema/dylanthomas/dylanthomas.htm
e Wikipedia




"Poesia é aquilo que me faz rir, chorar ou uivar, aquilo que me arrepia as unhas do dedo do pé, o que me leva a desejar fazer isso, ou aquilo, ou nada."



A LUZ IRROMPE ONDE NENHUM SOL BRILHA
A luz irrompe onde nenhum sol brilha;
onde não se agita qualquer mar, as águas do coração
impelem as suas marés;
e, destruídos fantasmas com o fulgor dos vermes nos cabelos,
os objectos da luz
atravessam a carne onde nenhuma carne reveste os ossos.

Nas coxas, uma candeia
aquece as sementes da juventude e queima as da velhice;
onde não vibra qualquer semente,
arredonda-se com o seu esplendor e junto das estrelas
o fruto do homem;
onde a cera já não existe, apenas vemos o pavio de uma candeia.

A manhã irrompe atrás dos olhos;
e da cabeça aos pés desliza tempestuoso o sangue
como se fosse um mar;
sem ter defesa ou protecção, as nascentes do céu
ultrapassam os seus limites
ao pressagiar num sorriso o óleo das lágrimas.

A noite, como uma lua de asfalto,
cerca na sua órbita os limites dos mundos;
o dia brilha nos ossos;
onde não existe o frio, vem a tempestade desoladora abrir
as vestes do inverno;
a teia da primavera desprende-se nas pálpebras.

A luz irrompe em lugares estranhos,
nos espinhos do pensamento onde o seu aroma paira sob a chuva;
quando a lógica morre,
o segredo da terra cresce em cada olhar
e o sangue precipita-se no sol;
sobre os campos mais desolados, detém-se o amanhecer.










Dylan Thomas

( tradução: Fernando Guimarães)





...................................................................................................................




Cigano das Almas



" Se chegarmos a dormir
somos os sonolentos de Deus
E, se chegarmos a acordar
estamos nas mãos Dele.
Se chegarmos a chorar
somos a nuvem cheia de pingos de chuva
E, se chegarmos a sorrir
somos dele o relâmpago.
Se chegarmos a raiva e a batalha
é o reflexo da ira de Deus.
E, se chegarmos a Paz e ao perdão
é o reflexo do amor de Deus.
Quem somos nós neste mundo complicado?"


[Djelal und-Din Rumi(1207-1273), poeta Afegão]


Extraído do Blog Cigano das Almas, um dos Blogs que sigo.
http://ciganodasalmas.blogspot.com/2009/12/quem-somos-nos-neste-mundo-complicado.html

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Um Ano de Versos de Fogo

Marginal é a POESIA

que te PARIU!!!!!!!!!!

Violão em Chamas...

Violão em Chamas...