quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Goodbye Lula...















O Poeta não pode ficar calado!...
Fico muito triste que no Brasil, se comece também a fazer este tipo de campanha eleitoral, onde a mídia em geral incita a massa-população a cair nos dramas de questões de falsa moral! Para vender mais jornal, ou aumentar a audiência dos Shows de Noticiários!
Questões gastas e velhas como a liberação do aborto!...ou o casamento gay... ( Caros, "o mundo é gay!" Existem mais gays no mundo do que jogadores de futebol, então esta segunda afirmação justifica a primeira! )
E por que acontece esta guerra de notícias e grupos religiosos e assinaturas de acordos politicamente corretos???
Porque vivemos em uma sociedade hipócrita! Que sustenta uma falsa moral!
Onde pais que têm seus filhos casados com pessoas do mesmo sexo são contra o casamento gay... onde o aborto é praticado no silêncio dos banheiros de colégios de freiras, e até mesmo nos conventos,
há milênios ! E ainda é negado o direito de escolha! Negado a quem? Se todas as mulheres que querem escolher abortar, abortam seja por pressão social ou fé castradora...? Escolhem e fazem mesmo! Eu não sou contra... só acho que a mulher deve escolher... em casos de estética e falta de dinheiro, a prevenção deve vir antes... mas o foco aqui meu não é este... e sim este cinismo da necessidade que temos de ter no controle um padrão cristão tido como santo e superior e que é burro em seu âmago, isto sempre me deixou bravo!
E nossos candidatos... me entristecem, juro que fico triste ao ver uma ex-guerrilheira ( não me levem a mal ) se comportando como uma simpatizante das irmãs evangélicas da Igrejinha do Pastor das Almas... e o Zé robô-almofadinha querendo se passar como homem do povo, até de Zé ele se nomeia, em sua campanha eleitoral marcada por uma série de erros de sua agência de marketing! Oh Serra! Me contrata no próxima...? Que agência é essa? Péssima... em pensar que devem ser formadíssimos e super metidos!... ( Tem bandeiras da Dilma por todo o Rio! Cadê o Serra? Isto conta, no final das contas sabiam?) Só erraram! Houveram rumores de traumatismo craniano por causa da bolinha de papel na careca do Serra, mas genial foi quem reinventou os Limões de Cheiro só pra brincar no bloco da Dilma! Mas nem é carnaval!!!
Não... o Brasileiro não quer ver um coitadinho de mim, nem uma comunista adestrada... o Brasil precisa de um discurso forte e de ações fortes e impecáveis... esta falsa moral conduziu os candidatos a futura presidência do país, a adotarem um pedantismo simpatizante de evangélicos... sim estes influenciam e muito nestas decisões de falsa-moral, pois eles só votam nelas, e o tempo todo as reforçam, eles pregam tais lições em seus púlpitos e na verdade praticam outra coisa... como todo mundo! Toda nossa sociedade é assim, em geral! Eu me lembro que recentemente li uma matéria falando sobre o comportamento dos brasielrios diante das pesquisas de opinião, onde mentem o tempo todo, lá no Mundo Lindo e Utópico das Estatísticas, o Brasil está melhor, o brasileiro lê 3 livros por mês... gosta de Machado de Assis e 'Saramagro', ( O que tá na Mídia, claro, porque ninguém conhece mais ou lê o Ariano Suassuna, não tá mais na Globo! ), lá ninguém bebe ao dirigir... ou fala palavrão no trânsito!!... Neste paraíso nem trânsito existe!...
Eleitores, os Novos Barões do Café estão aí... e nós todos chupamos CANA!
Quando o Brasil vai boicotar uma Eleição...?
Eu vou ter que votar num candidato de Direita! Por que a Esquerda que eu acreditava se vendeu à Direita! E a Direita que eu desacreditava, é a minha única esperança! Desculturalizou-se a minha esquerda querida!... O que será deste poeta maldito? Nossos companheiros descobriram que é bom demais ter carro importado e mansão no Recife! E que viajar pra Paris rejuvenesce! Pois é... os bons tempos estão no passado... em que tínhamos um ideal poético, romântico de liberdade bandida!!!... O Lula me decepcionou muito, eu era uma criança que fazia campanha pra ele!!! Pedia pra minha mãe votar por que eu não tinha idade... votei emocionado nele e com gosto todas as vezes... e agora? "Diga-me com quem andas e te direi quem és!" este ditado não sai da minha cabeça, como pode ele não saber de todos os escândalos?... Como pode ele ir negociar Urânio?... Ele foi o meu Che Guevara da adolescência!... Foi bom o sonho Lula, enquanto durou!... ( Apelei pro emocional não foi?! ... mas é a verdade... juro que é! )
Agora tenho que aturar os sorrisos plásticos de nossos candidatos... e ainda votar no Serra... tô me sentindo o último dos comunistas!!!...
E quando chega o que protesta e inova, é marginal!...
Acaso em um mundo sincero o crime seria ser insincero? Certo? Do mesmo modo haveriam crimes...
Acredito em um Novo Mito Social! Em um renovo de idéias e culturas... torço pelo meu pais...
por igualdade... lealdade... dignidade... e mais poetas como eu!
Hoje este poeta está soltando fogo pelas ventas!





Este post foi inspirado no texto de Marcelo Rubens Paiva, publicado por ele em seu espaço semanal no Jornal O Estado de São Paulo, de Sábado, 23 de Outubro de 2010. http://blogs.estadao.com.br/marcelo-rubens-paiva

"As fogueiras ainda estão acesas!..."



Pra onde quer que eu vá, sou impelido a falar a minha verdade... aquilo que penso. E a reagir e agir no intuito de sobreviver e respirar melhor! Se corro para a astrologia encontro meu Plutão vivendo um momento especial no céu em oposição ao Plutão de minha carta natal ( Como bem é explicado no Blog Cova do Urso em: Os trintões de hoje [Plutão em quadratura a Plutão] ...ah! 
Eu tenho só 29! )  
Se tento me refugiar num divã vermelho ( Não sei por que mas sempre imagino um divã vermelho-claro-que-sei!) encontro meu desejo de libertação e minha luta vitoriosa por falar o que penso, ao invés de reprimir... ser o que penso, o que quero ser, é ser mais saudável! Se corro mais um pouco, sim, eu tentei muito esta tática, eu me deparo com a cara no muro da limitação sócio-cultural que vivi no inicio da minha vida... ( E sei que muitos talentos e personas, esta mesma limitação sócio-cultural-econômica limitou e limita!!! ). Enfim... tenho que lutar, não tem remédio, me resta ser marginal!? Vamos lá!!!
Mas agora, isto não mais é um fardo! Não mesmo. Quando a gente descobre a essência, o material do qual nossa alma é feito... e minha alma é feita de FOGO.
Eu resolvi me aceitar há algum tempo, aceitar o meu verso, a minha língua-faca, o meu sexo forte... a minha intensidade sincera... ! Aceitar que não era cristão... estas coisas 'simples' que todo mundo nega sentir, e sabe...!


No início do uso do termo marginal, era algo genial, não do indivíduo à margem por ser bandido ou pobre... ou favelado... mas um indivíduo que tinha pensamentos diferentes dos da comunidade em geral, alguém criativo, geralmente pensador ou artista, o que gerou a frase "Seja Marginal Seja Herói"... porque era o indivíduo que lutava contra a sociedade que o oprimia e pesava em seus ombros com seus valores ultrapassados ou sua política de divisão de bens desumanaMas observem o círculo: hoje, a elite recrimina o marginal e até mesmos os artistas, e agora  os Gurus da Web e pela Mídia em Geral, porque marginal virou termo de ladrão... mas se formos ver toda aquela história do anti-herói, o ladrão acaba por ser um protesto vivo!...
O favelado é um herói! Claro que é!... Voltamos aqui ao marginal-herói!? 
O Sambista era marginalizado, assim como o macumbeiro, o negro... Aqui no Brasil, este termo, a meu ver, nunca teve a força que teve na Europa ou nos EUA da Contracultura. Aqui marginal sempre foi depreciativo e pronto! Hoje o samba é nosso maior produto cultural... e já virou coisa comum! Pensemos nisto:
Se quem pensa algo novo é sempre marginalizado!
Como um canário no meio do bando de pardais! ( Gosto muito desta comparação , ela pra mim é a definição perfeita de um poeta marginal... ) Hoje temos a poesia marginal... será que bem rotulada? Será que ela é em sua totalidade marginal no sentido inteligente da coisa, herói da coisa? Pensador da coisa? Crítico da coisa?... Ou... é mais um rótulo social!?
Nesta desculturização que vivemos, insana muitas vezes, neste modo de ser que nos é obrigatório pela novela das oito e pela malhação-tortura mental das 17 e 30... a cultura ou o ser culto é o ser cult!.. Na massacradora sociedade massacrada!...
Que mantêm vivo o processo de marginalizar quem pensa, quem cria! Ainda temos as câmaras de tortura... elas podem ser invisíveis, assim como as fogueiras, mas ainda estão acesas, ativadas!... Elas são a tortura da descriminalização, da inveja de quem é livre... do medo da magia... da ignorância... dos fundamentalistas evangélicos que crescem em poder e realizam cultos no Congresso!!! Estas pessoas são radicais... e todo radical é uma ameaça ao Novo! ... ao Renovo! Isto tudo gera um choque social e cultural grande, que nasce da intolerância, da rejeição ao diferente! Todo pensamento ditador e paternalista e cartesiano- irredutível é temível, por ser um veneno à Evolução da Humanidade enquanto Sociedade! E daí nasce a nossa desculturização... a perda dos valores, e aí morrem os movimentos e suas causas nobres...
a Contracultura foi na minha opinião o único movimento de protesto pacífico além de Gandhi que deu certo! Mas e agora como ele está?... Onde andam os seus marginais? Onde andam os que fumavam maconha por um pensamento livre, agora que a maconha virou clichê de boyzinho-bombado que a utiliza como seu cigarro da balada? ( Não, eu não fumo e nem faço apologia, preste atenção no que lê!) Onde anda os pensamentos de Gandhi?

...a Contracultura foi na minha opinião o único movimento de protesto pacífico além de Gandhi que deu certo!  ...

Eu li em algum lugar um texto onde uma criatura dizia que Gandhi errou e provocou mais mortes que o nazismo... observe a inversão dos valores que isto traz consigio!!! Como alguém pode ser burro ao ponto de não enxergar que seguiu Gandhi quem quiz seguir e aí mora toda a alma do BEM e do MAL...
a diferença é a escolha, e mais a

paz de Gandhi... a sabedoria... o exemplo... Criticá-lo é dizer que aqueles et's do movimento Hippie estavam errados de sonharem um mundo igualitário...!
Eu já falei demais aqui! Eu sei...
Conheço pessoas que temem a verdade e preferem se esconder numa falsa espiritualidade para serem tidas como santas... ou aceitas pela sociedade... E quem não conhece?... E eu mesmo, quanto tempo tive medo de dizer o que pensava?!... Quantas noites fiquei sozinho por que perdi amigos que preferi mandar embora... por que usavam máscaras... quantas crises de dono-da-verdade-eu-não-sou eu passei? Até encontrar a linguagem que eu queria, a forma do meu verso... o que eu estava tentando dizer o tempo todo...
é que o Novo Mundo estava nascendo dentro de mim! E ninguém compreendia!!! Nem eu (?) (!)



quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Todos os Corvos são Negros






















As pessoas têm medo
Dos poetas bandidos!
Como se estes, fossem também traí-los...!
Estes cadáveres...
Jamais vencidos!
E evitam andar com eles
nas ruas, para que não sejam apontados
e medidos, associados...
                       / perseguidos como eles!
Traídos...











A imagem é de um desfile de Alexandre Herchcovitch.( Fogo )

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Blacke




A
bsolutamente mágico o curta de Guilherme Marcondes, inspirado no poema de William Blake,
Tyger, combinando marionetes, ilustração, fotografia e CGI. 


domingo, 24 de outubro de 2010

Comer Rezar e Amar

.Esta Postagem é dedicada a minha mãe Elaine Meyre...
 que sempre diz:
 " É melhor ser alegre que ser triste"!!! 

Fui ao cinema hoje, nesta tarde de domingo, charmosa e morna de Vila Isabel, assistir Comer Rezar e Amar... filme que já me havia sido recomendado por amigos e que pensava não mais dar tempo de assistir no cinema, mas deu! ... E me encantei!!!
Já na primeira parte, muitas identificações com a personagem Liz, e claro, com a Itália... e muito mais, o filme todo é contagiante, como não vejo há muito tempo um filme assim! Aproveitei-o todo e aqui posto sobre sua poesia carregada de mensagens belas e verdadeiras... é a união do que sempre digo que funicona aqui: poesia, musica, imagem e mensagem!... E reforçou o meu desejo de passar uma temporada por lá...
São as memórias da vida passada e a macarronada que me atraem! E sempre me atraíram, além é claro da sensualidade Romana!... Italiana... massa e salsicha!... Me ressoa sempre como uma boa combinação! Mesmo agora que eu não como mais carne! (risos) Enquanto a trama começava a se desenrolar eu pensava no modo como eu vivia destrambelhado, e anestesiado!... Feito um típico cidadão capitalista do Terceiro Mundo... atrás de fama, dinheiro e resultados rápidos. Pensava em cada amigo que tenho, naqueles distantes, naqueles que não eram amigos... nos meus laços todos, e em quando eu saísse daquela sala de cinema, se eu levaria comigo as lições ou se precisaria ver o filme de novo!... Constatava ali, que era muito comum as dores e as surpresas desagradáveis na vida de todos os seres... e também as alegrias... mas que em nossa cultura não falávamos disto, dificilmente tínhamos abertura com alguém, pois tínhamos agora que nos mostrar fortes, imbatíveis em todos os meios sociais...  seja no meio espiritual que freqüentamos, ou fosse no trabalho. Quem mostra seus problemas é visto como fraco, ou até mesmo dramático, mas por outro lado todos possuem fraquezas e turbulências, mas a quem podemos nos abrir? ... Eu tenho a sorte de ter bons amigos, amigos pra dormir aos 5 ou aos 10 no mesmo quarto, na mesma cama e espalhados pelo chão... sempre desde muito cedo troquei o convívio com a família pelo convívio com os amigos, quem já viveu tais experiências sabe como são gratificantes... quem nunca viveu vá viver! Ai neste momento temos aquele pensamento... "ah, pena que não é pra sempre..."  ou  " a vida passa rápido demais pra ser tão gostosa!... " o que nos faz defrontarmos com os finais...! as partidas... e no filme, muito arguto e sensível seu roteirista, nos leva a compreender as transformações da vida como necessárias ao auto-conhecimento e crescimento! Ao mesmo tempo insinua tal fato, claro fica que a mensagem nesta parte... é:  Vá viver sua vida!...e sem medo!
Acho que neste momento eu compreendi os amigos que deveriam continuar próximos nesta nova fase da minha vida... e os que eu deveria deixar ir... para seguirem seus caminhos. Podemos escolher quem está do nosso lado, com quem queremos compartilhar... e isto, nesta sociedade, em que fomos educados, nos é negado! Somos erroneamente ensinados que todos são bons e agora com os psicólogos OnLine que:  se a pessoa nos desagrada, e nos é terrivelmente maligna... o problema está em nós apenas... eu entendo das projeções... mas o que quero provocar aqui é...: Qual é o momento que devo parar com o sofrimento? Isto é ensinado? Pelo contrário, somos ensinados a sermos cínicos e a tolerarmos tudo do outro, e depois  falarmos mal dele pelas costas... entendo também a sinceridade bondosa... mas eu entendo que posso escolher quem vai sentar na minha mesa na Noite de Natal!... Viver ao lado de quem nos faz bem é essencial para nossa saúde!
Para tal momento, temos que nos perdoar... assim poderemos escolher nossa vida seguinte, pois saberemos do que somos merecedores! E também para crescermos temos que nos perdoar... pois seguindo nosso caminho vamos errar e machucar sempre o próximo ou pior, mesmo estando corretos em nossas atitudes podemos machucar quem está perto, por fatalidade... ou porque esta pessoa é mimada e vai se ofender com nossas atitudes...?! Mas todos os ângulos destas questões precisam ser olhadas para um auto perdão fluir! E mais precisa de muita coragem para tal auto-análise acontecer e ser aproveitada em sua totalidade! Compreensão é a palavra! E a chave aqui! Estes dramas estão todos interrelacionados dentro de nós, afinal as pessoas são sim espelhos do que precisamos aprender no momento! Mas se ficarmos inertes diante da vida, encontramos pessoas inertes, situações inertes!
No fundo somos mais parecidos do que diferentes... e especialmente, somos mais parecidos ainda com quem nos incomoda do que com quem amamos!
O filme ainda nos leva para Bali... em lindas tomadas de cena ( Eu moraria naquela casa onde a personagem fica!) e o Xamã é descomunalmente genial! Como todos os Xamãs devem ser!
Aqui nos deparamos com um estereótipo um pouco exagerado dos brasileiros... e com brasileiros que falam "portunhol"  ( mistura de português com espanhol ) ao invés de português de verdade... mas vale a sensibilidade de perceberem a alma da Bossa Nova... e a mensagem do Samba ( como gênero musical de um povo feliz... ) em:  " é melhor ser alegre que ser triste... a alegria é a melhor coisa que existe" !
Em momento algum o filme cai no clichê daquelas questões de gente frustrada sobre: se o xamanismo é real ou alucinação ...ou se meditação funciona por que é relaxamento... redundante seria não é mesmo!? Ah claro estamos falando de um livro biográfico...! Maravilhosa vivência!
Enfim, não me admira que Julia Roberts tenha começado a praticar meditação após as gravações de Comer Rezar e Amar ...  pois o texto é despretensioso e inteligente... e ainda por cima de tudo carregado de poesia! Fascinante! Sim o brasileiro é um povo sensual, irreverente e que gosta de namorar... as vezes invasor de privacidade, o que longe de ser uma barbárie, é uma inocência malandrinha... e isto fica muito nítido no filme. O brasileiro é um povo crítico por natureza, crítico dos padões e valores do Velho Mundo que produz sua gente deprimida! ( Acrescento aqui que gostei muito de todos os filmes que vi com Julia Roberts, como personagem principal! Todos! Todos! )
Assistam, o Blog Versos de Fogo recomenda muito!
Poesia, cinema e comida boa!
Fui viver mais vivo depois do filme!
Ah esqueci de dizer, pois também havia esquecido (!) que é baseado na vivência de uma corajosa mulher que escolheu mudar sua vida!
Queira o melhor!
Os melhores pratos!
Um dia eu deixei tudo para trás... e agora que estou chegando ao meu tesouro... e sinto-o no cheiro do vento!...
Sei do que ela... está falando!
As vezes, pessoas se fazem de vitima ao redor de quem caminha... nos quer carregar de culpa, ou nos paralisar... muitas vezes temos que deixar para traz pessoas que amamos muito, ou perdemos amigos que julgávamos queridos e sinceros... mas vale a pena demais esta jornada... vale a pena esta dor da vida!
A minha palavra...?... Carnaval!




sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Coréia do Sul em Poesia

Constatei surpreso, que a maioria dos Leitores do Versos de Fogo estão localizados na Coréia do Sul!  e também nos Estados Unidos... ambos alternam-se na 'poliposicham' dos cliques!!! Mas Coréia?... tão distante de mim!... Sim! Isto mesmo, este é um Blog Brasileiro!... e a maioria dos acessos ao Versos de Fogo é da Coréia do Sul! Então eu pensei em homenagear tal país, que conheço atualmente tão pouco, mas que pretendo sim, ir visitar, um dia!... Pesei, que tipo de homenagem seria esta! E claro.. tinha que ser poesia!... Como seria a poesia da Coréia do Sul?... E a primeira coisa que encontrei foi este belo poema... de Ko Um. Fiquei fascinado!... Há corações tão vivos na Coréia do Sul!!! Sim... claro, mas que tolo sou! Há corações de fogo em todo o mundo! ...onde houver um poeta haverá uma chama acesa... sinalizando para a eternidade!



O POETA

O poeta teve de chorar muitos dias e noites
antes de se tornar poeta.
Com trinta anos apenas,
o poeta já tinha chorado muito pelos outros.

Ser poeta quer dizer: estender as mãos.
Ser poeta quer dizer: consolação.
O poeta está sempre ao lado
dos aflitos, dos pobres, dos sofredores.
Neste mundo de desigualdade,
ele é irmão de todos os solitários.

O poeta nunca se encontra sozinho,
ele alberga em si toda a sabedoria do povo.

Por fim, emudecido, o poeta morre
para que renasça como poema.

Ele é, para sempre, uma estrela fiel no firmamento.


***

Ko Un nasceu a 1 de Agosto de 1935, na província Jeolla do Norte, Coreia do Sul. É um dos mais importantes e produtivos poetas coreanos da actualidade. Passou dez anos num convento budista. Em 1960 é publicado o seu primeiro livro de poesia. Desde então publicou para cima de cem livros. Nos anos 70, princípios dos anos 80, foi perseguido, preso e torturado devido ao seu empenhamento político. Ko Un é, desde há anos, um dos sérios candidatos ao Prémio Nobel da Literatura.


***

Adaptação para o português de Luís Costa, a partir da tradução feita do coreano para o alemão por Woon-Jung Chei e Siegefried Schaarshmidt.
Este poema encontra-se no Livro “ Die Sterne über dem Vater Land der Väter “
Bibliothek Suhrkamp, 1996

Breve mais Ko Um no Versos de Fogo e uma matéria sobre a Poesia Sul Coreana!
감사!

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

dies irae









 
deixa abertos os diários, as gavetas de dias nenhum
que é pra encontrar mais que a inesperada saliva:

me devolver os cabelos em fogaréu, os cabelos
que me ficam na garganta feito modas e fantasias;

pra me ter todos os poemas, amanhãs.

(e barro)



__________________
Poema de Nina Rizzi

Breve na pagina do Versos de Fogo Amigos Poetas... E na Outros Poetas... e no Blog Todo! Paixão!

Eu tô a flor da pele!... II

Vou riscar fósforos na tua pele!...
beber
do teu vivo-veneno!
Hoje eu to combustívo
feito Inferno!

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Eu tô a flor da pele!... sem medo! Com saúde!


Paráfrase do Vinho e do Pão
'Quem não beber do meu fogo
nem comer da minha dor
não verá o paraíso em mim...
em meu corpo vivo...!'


W.G

Flor da Pele
Zeca Baleiro
Ando tão à flor da pele
Que qualquer beijo de novela
Me faz chorar
Ando tão à flor da pele
Que teu olhar "flor na janela"
Me faz morrer
Ando tão à flor da pele
Meu desejo se confunde
Com a vontade de não ser
Ando tão à flor da pele
Que a minha pele
Tem o fogo
Do juízo final...(2x)
Barco sem porto
Sem rumo, sem vela
Cavalo sem sela
Bicho solto
Um cão sem dono
Um menino, um bandido
Às vezes me preservo
Noutras, suicido!
Ando tão à flor da pele
Que qualquer beijo de novela
Me faz chorar
Ando tão à flor da pele
Que teu olhar "flor na janela"
Me faz morrer
Ando tão à flor da pele
Meu desejo se confunde
Com a vontade de nem ser
Ando tão à flor da pele
Que a minha pele
Tem o fogo
Do juízo final...(2x)
Barco sem porto
Sem rumo, sem vela
Cavalo sem sela
Bicho solto
Um cão sem dono
Um menino, um bandido
Às vezes me preservo
Noutras, suicido!
Oh, sim!
Eu estou tão cansado
Mas não prá dizer
Que não acredito
Mais em você
Eu não preciso
De muito dinheiro
Graças a Deus!
Mas vou tomar
Aquele velho navio
Aquele velho navio!
Barco sem porto
Sem rumo, sem vela
Cavalo sem sela
Bicho solto
Um cão sem dono
Um menino, um bandido
Às vezes me preservo
Noutras, suicído!

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Eu sô 'terrível'!



Queria ser um poeta...
destes de estantes e gavetas,
flores... e livros
E fazer poesias de armários!
Eu nÃo queria ser marginal!
Outrosim
Convencional e compulsivo!
Leve
e doce.
Mas sou um poeta da contracultura!
Um homem ( anárquico ) que reinvetou
a sua solidão,
o seu verso
e a utilidade do seu veneno! Vacina.
Que reinventou o seu eu! Reviveu!
apesar da vida...
Um que tentaram abafar a qualquer custo
colocando pedras cimento e calcárias
em cima de seu corpo.
Calando a sua boca... e roubando o seu carnaval!
Um homem
que precisava entregar a sua mensagem...!
Feito um Cristo!...
Sim, eu sou um homem cristo marginal!
( ...E todo Cristo é marginal e poeta...! )
Vivendo com o peito ferido... marcado de sonho!
Machucado de mim...
Desta espada violenta que seguro com as mãos firmes...
Que escolhi segurar,
Aceitei
Assumi,
Mesmo estando neste mundo hipócrita!...
Sou feliz ainda assim,
sou poeta,
sou um homem e mulher ao mesmo tempo!
Sou eu! Meu! Sou Deus de mim!
Só que a dor disto me dilacera!
É um fardo muito pesado este
( uma cruz! ) pensar!...
Se montar... se recriar... reinventar do jeito
que te faz feliz!
Florecer...

( Pausa pro Divã!:
Querermos ser quem somos na essência...
ou escolher nos formarmos, nós mesmos...
é a coisa mais difícil do mundo!
Pois temos que saber primeiro
que isto é possível (?) (!) ...
Como é duro!... este trabalho!
Esta escolha nos é roubada muito cedo,
nesta cultura.
Tá vendo!
É disto que falo...:
Queria escrever sobre outras coisas
Ser ovelha!
Cantar canções mais felizes...
não de campos de batalha!...)

Mas agora
vou-me embora
desta culpa-social!
Vergonhosa! de mim e do outro muito mais!
Vou ser mais eu!
Vou ser poeta! Cristo nunca mais!...
Vou ser mais de mim! sem medo...!
Mais poeta

Marginal...

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Poesia ainda nascendo...

Sou baixo, alto magro, negro loiro sarado gordo! Sou cabeludo careca liso peludo, sou intenso brando rijo duro! Sou doce santo, capeta humano! Sou eu e pronto! Sou meu e basta!

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Canto as Deusas das Águas


Hoje 15 de Outubro, é o dia do Blog Action Day, e assim, posto este canto a duas Deusas Africanas, trazidas para o Brasil nos Navios Negreiros... ( Como pôde a Deusa do Amor e da Beleza... ter vindo presa... apenas para acompanhar os seus filhos?... Foi por amor meu Sinhôr!!!  Por amor.. e não só ela, Iemanjá também os seguia acalmando as tempestades, cantando orações...!) E assim inicio aqui uma série de postagens sobre Maria Bethânia, e especialmente sobre o seu Show realizado no Rio de Janeiro recentemente, unindo Canto e Recital de Poesias. Beleza e Vida!
Neste vídeo, uma poesia, uma rara beleza de versos e sensibilidade primeiro para Oxum Deusa das Águas Doces, da Beleza, do Amor e do Ouro...  Oraieiê!  E em seguida para Iemanjá, Rainha das Águas do Mar! A Grande Mãe da Vida... Odoiá!
Somos um povo que ainda vive seu processo de miscigenação, e que passou da hora de rompermos com preconceitos...  Vejo o Brasil e seu povo, ainda em formação e dizer que não temos nossa cultura, como muitos acreditam erroneamente, é uma extrema falta de inteligência e de sensibilidade, pois da mistura de tudo o que nos formou... nasce pouco a pouco e cada vez com mais força a nossa Identidade... E acaso não ocorreu o mesmo com todos os povos? Apenas no Brasil isto está em processo há 500 anos, pois realmente é demorado este Projeto ! Aqui todas as culturas são unificadas! E isto ensina a quem vê... e especialmente a quem vive:  respeito ao próximo e a natureza! 
E através da beleza da Poesia de uma nação podemos conhecê-la... vemos os seus frutos mais preciosos! Então o que tem haver o Blog Action Day com seu tema sobre A Água... e o Canto as Deusas das Águas... misturado ao processo de miscigenação brasileira? Tudo!
Salve as Deusas das Águas, todo respeito a cada nascente de água... 
No Sagrado nasce a ecologia primordial, e mais verdadeira... somente quem vê vida em um elemento, pode respeitá-lo de verdade!
Cantemos a Água, em nosso corpo, em nosso planeta... e no Universo!!!
Através da Água a Humanidade pode se unir! Não se separar! Pensemos nisto!

terça-feira, 12 de outubro de 2010

A Iniciação da Água no Fogo ( Blog Action Day )







Seguindo o que me propus, postar algo sobre a água no dia 12 de Outubro, dia em que no Brasil se comemora o Dia das crianças e de sua Santa Padroeira... e participando do Blog Action Day...: 


( Uma Madona Negra ) Nossa Senhora Aparecida, ( vinda das águas )...
E como postar algo em um Blog de fogo... em meio a versos de fogo... sobre a água? Este desafio, me levou desde o início a pensar Nele... no Cristo, que foi batizado na água...que evocava o Mito da Água e que veio batizar com Fogo... já falei aqui sobre o Pentecostes, e sei que na origem do Pentecostes, desta palavra, está o ser entusiasmado... o entusiasmo! seria o Poder Pessoal... o Fogo Interior do Guerreiro Nagual!... daqueles Feiticeiros do Indizível que Carlos Castañeda narra, em extrema paixão... então não resisti em citar todas estas FONTES... e incluo aqui nesta introdução também a Energia de CAUAC, o signo da Tempestade no Calendário Maia... onde recebemos a Iniciação do Fogo na Água... e temos o RAIO!

"Quem
beber desta água jamais terá sede"


A Mulher de Samaria...


"Veio uma mulher de Samaria tirar água. Disse-lhe Jesus: Dá-me de beber. Porque os seus discípulos tinham ido à cidade comprar comida. Disse-lhe, pois, a mulher samaritana: Como, sendo tu judeu, me pedes de beber a mim, que sou mulher samaritana? (porque os judeus não se comunicam com os samaritanos). Jesus respondeu, e disse-lhe: Se tu conheceras o dom de Deus, e quem é o que te diz: Dá-me de beber, tu lhe pedirias, e ele te daria água viva. Disse-lhe a mulher: Senhor, tu não tens com que a tirar, e o poço é fundo; onde, pois, tens a água viva? És tu maior do que o nosso pai Jacó, que nos deu o poço, bebendo ele próprio dele, e os seus filhos, e o seu gado? Jesus respondeu, e disse-lhe: Qualquer que beber desta água tornará a ter sede; Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que salte para a vida eterna." João 4:7-14

( Quem pode saciar a nossa sede, espiritual e física? Somente a Água que Viva! )



Este trecho nos mostra o humanismo do Cristo, pois ele conversa com alguém de uma classe, de uma etnia rejeitada, como sua íntima, e aqui temos um exemplo para nossa sociedade, para nossos dias atuais... se todos se unissem em torno da água, veriam o fogo Vivo que está dentro de cada ser e disto nasceria, a comunhão!

Quando a mulher samaritana disse: 
"Eu sei que o Messias vem; quando Ele vier, nos anunciará tudo" .  Jesus lhe respondeu: "Eu o sou, Eu que falo contigo" (João 4:26).

O Poder de sua palavra viva a convenceu, de que ela estava diante do Deus Encarnado homem, ela prontamente foi para a cidade levar as boas-novas. Ela não guardou só para si o que ouvira e aprendera mas ela deixou "o seu cântaro, e foi à cidade, e disse àqueles homens: Vinde, vede um homem que me disse tudo quanto tenho feito. Porventura não é este o Cristo?" (João 4:28-29).
Vejamos o que outra passagem, interessante a este poeta, que está em Lucas 16:23-24 e nos fala sobre um espírito, já em uma outra dimensão, e esta dimensão, não muito elevada e prazerosa, chamada em algumas traduções ( E não sei se no texto original tem a mesma conotação, o que para mim não importa. ) de Inferno: 



"E no inferno, ergueu os olhos, ( o espírito em questão ) e estando em tormentos, viu ao longe Abraão, e Lázaro no seu Seio. E, clamando, disse: Pai Abraão, tem misericórdia de mim, e manda a Lázaro, que molhe na água a ponta do seu dedo e me refresque a língua, porque estou atormentado nesta chama."




"...porque estou atormentado nesta chama."


Percebem como é carregada de poesia esta frase... e como ela assim pode ganhar um outro sentido... mais belo... sem que desminta qualquer verdade... conseguem também?


E o que tem haver com água? Com a ecologia, e com o cuidado que devemos ter com a água em nosso mundo prático, em nosso espaço de atuação diária...? Em nosso Planeta?
No dia da Deusa que veio das águas... o Blog Action Day?
Ora, tudo!
Não vou construir as minhas pontes aqui para quem não as têm! Pois elas... já se insinuam em cada frase deste post!... para quem tem olhos... e ouvidos... e boca para beber desta água!




Porque as pontes
q'levei anos para construir!...
São também 
dutos d'água!!!






Solano Trindade, O Poeta do Povo!

TEM GENTE COM FOME

Trem sujo da Leopoldina
correndo correndo
parece dizer
tem gente com fome
tem gente com fome
tem gente com fome
Piiiiii
Estação de Caxias
de novo a dizer
de novo a correr
tem gente com fome
tem gente com fome
tem gente com fome
Vigário Geral
Lucas
Cordovil
Brás de Pina
Penha Circular
Estação da Penha
Olaria
Ramos
Bom Sucesso
Carlos Chagas
Triagem, Mauá
trem sujo da Leopoldina
correndo correndo
parece dzier
tem gente com fome
tem gente com fome
tem gente com fome
Tantas caras tristes
querendo chegar
em algum destino
em algum lugar
Trem sujo da Leopoldina
correndo correndo
parece dizer
tem gente com fome
tem gente com fome
tem gente com fome
Só nas estações
quando vai parando
lentamente começa a dizer
se tem gente com fome 
dá de comer
se tem gente com fome
dá de comer
se tem gente com fome
dá de comer
Mas o freio de ar
todo autoritário
manda o trem calar
Psiuuuuuuuuuuu


Mais sobre Solano Trindade na pagina deste Blog, Outros Poetas.
Tem gente que não precisa
escrever
para ser poeta...!
Basta viver!





segunda-feira, 11 de outubro de 2010

A gente só conhece os Poetas por materias de jornal ou por filmes?

Quem foi Dylan Thomas??
A própria Hild Hilst, que me inspirou a escrever ou mostrou o caminho da minha pesia e literatura!... Onde você ouviu falar dela?





Outro dia entrando no ônibus, de uma das empresas que fazem a rio x sampa, ( Tenho ido a sampa todos os finais de semana agora que me mudei para o Rio de Janeiro, e ainda irei nos próximos três anos a estudo ( a terra do conhecimento ) ( morar lá denovo jamais! )) ganhei como sempre o jornal, O Estado de São Paulo, que não só por esta ação de distribuir seus exemplares em todos os onibus rio x sampa e sampa x rio, despertara minha predileção atual, este em especial, trazia uma matéria de Mario Chamie, o que me fez inundarme de criatividade literária já que vários gatilhos ele me disparou, primeiro sua resposta:
 "Existem muitos Mários e dos Mários o menor sou eu!" É o máximo!!!
Eu me deparava mais uma vez com um poeta desconhecido (para mim) até o momento, através de uma matéria de jornal, o que me fez pensar muito sobre a situação dos poetas e deste gênero literário no Brasil!
É preciso com certeza, ensinar aos alunos e a população, um novo olhar sobre a poesia, mas isto é do interesse de quem? Ou então, desistamos de jogar... ( como diz uma conhecida, desbocada e poetiza que tenho):  "pérolas aos porcos!"
Seria este o único modo de se conhecer um poeta aqui no Brasil, através do jornal? Foi assim que conheci Hilda Hilst que simplesmente me encoraja a escrever e me dá a direção de toda a minha inicial produção literária!
Quantas pessoas estão a espera de poetas e de suas poesias... ( Quantos corações estão necessitados? ) mas na escola conhecemos somente e muito mal os poetas, digamos, clássicos, na rua e no metrô de São Paulo só os clássicos heruditos, ( me surpreendi com Hilda Hilst agora, pra eu pagar lingua, seu livro Baladas ( 20 reais editora Globo ) sendo divulgado na TV Minuto!!! A TV do Metrô de São Paulo, eu paguei lingua com gosto, por que aberto é que sou fã incondicional e divulgador numero um de Hilda! ) mas o fato é que reinam ainda os que nada mais tem haver com os atuais leitores, com suas vidas diárias, suas linguagens... e acaso, um livro não deve ser objeto de identificação? E um poema então? ...Quem vai ler Mar Português hoje e sentir ressoar?.. e identificar-se, e espelhar-se... dificilmente, não é?... Ainda em uma linguagem arcaica e quase ditatorial? Me perdoem os 'eruditos', e os que foram marinheiros portugueses em suas vidas passadas e possuem vívidas lembranças disto! Mas eu acredito que o primeiro poema a ser digerido deveria ser o que se igualasse, o que pudesse receber a projeção e a identificação do leitor, aí sim ele tomaria gosto pela coisa e quem sabe um dia leria Camões! O que quero também dizer aqui, é que no Brasil os poetas são desconhecidos, fala-se superficialmente de Drummond na escola, mas não se desvenda a obra do Poeta de Itabira do Mato Dentro! Não mostra a beleza de "tenho apenas dois braços e o sentimento do mundo..." ou do super criativo "Canção para ninar mulher!" ou o romance doce de Quintana, que fez cem anos recentemente e só os acadêmicos comemoraram. Na escola, apenas se atrevem a paralizar o aluno em:
 "O que ele quiz dizer com isto? " E o poema tem inúmeras interpretações, até infindas...! E o aluno nunca acerta! Nem o livro acertou! nem o autor sabe o que exatamente ele quis dizer, apenas sabe que SAIU!
O ser humano é cartesiano demais e necesssita subjugar o menor e mais fraco, necessita rotular e catalogar... mas esquece que estes rótulos são sempre frutos de seus parcos conhecimentos e vivências de mundo!
O aluno nunca mais vai querer ouvir falar em poesia! E isto não acontece só nas escolas do Brasil! É no mundo todo, esta forma de educação arcaica que temos, para gerar os falsos cidadãos do mundo! Criam na verdade os verdadeiros Zumbis do Mundo!!! Quem não lê, não pensa!... Ou lê romance americano enlatado no máximo, aqueles livrões com uma capa bonita, letra miúda para impressionar quem tem medo de ler e uma idéia falsa-mística misturada com ciência ou terrorismo, e ainda quem segura pelas ruas tais 'best sellers', posando de culto! Cai fora sô, uai eu falei sô messss qualé o problema?!
E poesia todos temem, pois tememos o que não conhecemos! Tememos o que liberta!!!
Outra forma de depararmos com um poeta em nosso Brasil é no caso dos filmes, eu fiquei sabendo da existência de Dylan Thomas, por causa de um filme que vai passar na TV a cabo! Que agora eu posso ter, e quem não pode? E quando eu não podia?! Quantos Dylan Thomas eu perdi?!!! E quando eu não ganhava jornal, quantos Mário Chamies com suas mensagens inteligentes eu deixei de conhecer? ( não que eu goste do Poema-Práxis... me deculpe mas não gosto... ) Estamos em plena era da Informação e será que vivemos mesmo a Informação ou ingerimos o que uma meia dúzia de publicitários faz gerar dinheiro para uns poucos empresários?... ou editoras?
Eu conheci um pouco sobre o poeta no filme que vi com o Leonardo de caprio, em 99, na Band... e tento aqui lembrar outros poetas que conheci por acaso....
E será que nossas bibliotecas possuem livros de poetas que estão fora do digamos recomendado na escola/ As vezes nem estes possuem... no máximo um ou dois exemplares! Será que no Interior de Minas existem livros de poesia suficientes? E no sertão da Bahia?... Vamus longe? Vamos globalizar esta questão, afinal, agora eu tenho um amigo em Portugal!!!
Então, e na África Central? Existem Bibliotecas? E lá os exemplares de poesia são variados?? Podem despertar o interesse daqueles alunos, naquela realidade exata em que vivem?!...
Recentemente teve uma outra materia sobre um poeta, no já referido Jornal, era sobre a Adélia Prado! Que logo vou postar poemas dela aqui, assim como de Dylan Thomas... Eu já conhecia Adélia... sua poesia espocante e doce!... mas muitos conheceram Adélia Prado com esta matéria recente!... E como ela deve fazer falta, na vida de quem não a conhece!...
Quem ficou sabendo da instalação, ainda que pequena, mas requintada, no Museu da Lingua Portuguesa, também em Sampa, sobre a delicada e poderosa Cora Coralina?! Eu estive lá... e confesso que ela denovo me arrebatou do chão!...
Parabenizo o Museu da Língua Portuguesa por existir, é um dos meus locais preferidos daquela cidade, sinceramente amo! Parabenizo o Metrô de Sampa, e o Instituto Brasil Leitor, pela atitude de colocar poemas à vista! Parabenizo e me alegro com a querida TV Minuto do Metro! Sampa, apesar de uma cultura hipersaturada, consegue proezas inimaginadas por quem não conhece a cidade e seu jeitinho corrido e chuvoso de ser!...
Li também uma bela matéria sobre o prêmioJjabuti deste ano... mas custava uma pequena demostraçào de verso? O poema e o poeta ainda é tratado de forma exata... difícil!
E poesia alguém lê?
Eu quero dizer ainda, que conheci Willian Blake, por uma matéria de jornal! Que conheci Walt Whitman por uma matéria de jornal!!!!  ( E foi na Folha, já que falei aqui do Estadão! Também gosto da Folha de São Paulo, do Globo! De toda forma de informação eu gosto e valorizo! Sem medo de dizer! )
Quem ousa sair do que a mídia vigente serve a mesa, a pratos frios no jantar???...

As pessoas continuam  ( K. A. Gan. DU )  pros poetas Hilda!...

E para vocês, caros ( raros )  que me lerem?!! ...O que estes poetas vão significar para vocês? Ou, o que já significam???
O que estes nomes da literatura, vão despertar em vocês? Sim, as funções de um poeta são muitas!!!!!

Agora vou pesquisar sobre poetas que não conheço! E prometo que se eu encontrar algum, publicarei aqui, estarão na Pagina deste Blog: Outros Poetas, bem ali do lado direito da pagina inicial.

Será que é fácil para um poeta desconhecido publicar um livro? Será que um poeta marginal ganha concursos literários, padronizados pela erudição??? Bom isto já é assunto pra outro dia!

Este texto que escrevi aqui, me fez pensar muito mais!... E que ele tenha o mesmo efeito em quem tocar...
e me fez pensar MAIS... Será que eu tenho medo de avião por que não conheço aviões?
Alguém ai me manda um manual de como construir motores de aeronaves????????...!

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Verso de Guerra é mais bonito?






Sou poeta e não vou me calar!
Eu me tornei poeta para poder cantar...
esta musica incrível, que trago em meu peito
E que importa, se ninguém está ouvindo?
Eu canto por que, sou a Canção!
Eu canto por que o lobo uiva!
e o pássaro voa...  Esta é minha função...
Eu canto, por que a poesia nasce do meu corpo!
Tem gente que só faz cocô...
Eu não canto para ser ouvido!
Mas incomodo quem está dormindo!
E com esta mesma caneta ardida ou faca
abri caminho na selva que era esta terra!
Sem fogo e com frio,
o verso foi o meu abrigo!...
Neste mundo de gente hipócrita!
Pensam que, é só romântico que é poeta?
Pensam, que uma pena não pode matar!
Ah, pois digo sempre a estes fracos,
que um verso é capaz de guerrear!
A arma do poeta é sua caneta!
Jamais vão me calar!



terça-feira, 5 de outubro de 2010

Escravo, e Rei da Ralé!...!



O poeta está a procura de um emprego
enfrenta filas, ' CAT's ' da vida! Orelhões!
Faz dinâmicas, entrevistas
sem nexo, provas de mentira,
despenteia-se na metrópole.
Mal sabem eles que o poeta já é um Trabalhador
Um Trabalhador da Palavra
E isto não é pouco não!
Não é pouca coisa!!!!
Estes homens e mulheres sofridos como 'quem quebra pedra'!
São as bases do futuro pensamento humano...
muitas vezes são profetas
outras...
libertadores!
Mas esta 'profissão do futuro' nunca deu dinheiro
até hoje neste passado...
Ou fazemos dar dinheiro esta tal de literatura
ou reconhecemos que enquanto o dinheiro existir
nada vai dar dinheiro!
É uma escolha a se fazer, mas ambas
são do Novo Mito!
Isto me lembra um antigo verso meu
que diz assim:

Ah libertem o poeta
ele só quer cantar!!!...
ele precisa cantar!...


_________
25/09/08

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Um Ano de Versos de Fogo

Marginal é a POESIA

que te PARIU!!!!!!!!!!

Violão em Chamas...

Violão em Chamas...