Eu

Eu
Bill Oliveira William

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

O Circo do Doutor Law vai passar pela sua casa hoje... Deixe sua Magia tocar você!



As Sete Faces do Doutor Law, é um dos meus Filmes Favoritos, um dos filmes mais especiais, e simbólicos que já vi...
Seu visual inspirador é uma influência para mim. Todo recheado de poesia.
'O roteiro de Charles Beaumont adaptou o romance de fantasia de 1935 O Circo do Dr. Lao de Charles G. Finney. A história conta a visita de um circo mágico em uma pequena cidade no sudoeste dos Estados Unidos chamada Abalone, e seu proprietário o Dr Law, que com seus poderes, seu talento e transparência quebram a realidade da população.'  ( Entre aspas by Wiki.)
Abaixo está o filme completo ( Primeira vez que faço isto aqui, inaugurando a Sala de Cinema  do Blog Versos de Fogo) Vale a pena parar uma hora e 40 minutinhos do seu dia apressado e net-viciado para se encantar, se inspirar e se deliciar com estas mensagens incríveis e super do Novo Mito!





De onde vem o hábito da pipoca no cinema?

"A pipoca já era vendida em feiras e parques nos Estados Unidos no século 19. No fim desse período, surgiram os primeiros cinemas americanos, e com eles, vieram os ambulantes e seus carrinhos com pipoca e guloseimas. No começo, os donos dos cinemas achavam que a pipoca distraía os espectadores dos filmes.
Por volta de 1920, os cinemas chamaram os ambulantes para venderem pipoca dentro de seu espaço. Com o aperfeiçoamento de máquinas elétricas de fazer pipoca, os cinemas abririam suas próprias lanchonetes. A venda de pipoca, barata, sobreviveu até à Grande Depressão, crise econômica que abalou os Estados Unidos nos anos 30.
Nos cinemas multiplex, com várias salas em um mesmo lugar, o comércio de pipoca, refrigerante e companhia responde por boa parte da grana arrecadada. Hoje, nos Estados Unidos, as vendas de pipoca chegam a 45% dos lucros dos cinemas! Os americanos consomem, por ano, 15,12 bilhões de litros de pipoca, cerca de 51 litros por pessoa. No Brasil, são 80 mil toneladas anualmente.

Muita gente hoje em dia é contra a venda de pipoca nos cinemas, devido a sujeira no final da sessão e do desrespeito de algumas pessoas, que as jogam e criam uma baderna dentro da sala. Mas é difícil pra muita gente imaginar o cinema, sem a pipoca. Virou hábito clássico que tem sinônimo de aconchego!"
E aí a pipoca distraiu você? Vai ver o filme comigo?...

Leve adaptado do texto do Mundo Estranho

3 comentários:

Simone MartinS2 disse...

Cheguei a tempo de ver o filme com voce? Sentei-me no sofá e agora é só esperar o filme começar...tem um suco de uva ai? Adoro e bem gelado então! Psiu...o filme começou...

Astrid Annabelle disse...

Mas é exatamente isso que irei fazer hoje...assitir a este filme...gostei da idéia William. A pipoca dispenso...rssss
Estou recriando meu corpo perfeito...hahaahaha
Muitos beijinhos cintilantes.
Astrid Annabelle

Hanah disse...

Que bárbaro William,
fico procurando o que assistir, gosto
de filmes assim, onde há simbologias.
Não me esqueço os das corujas...

Já coloquei nos meus favoritos...
Grata pela indicação. ...

Bjoooooes...

E quanto ao Limão ...
As mães e avós sabem tudo !
Acostumadas com o natural, na vida delas não havia "tecnologias"...a tecnologia delas é a dos xamãs ...
De volta ás raízes !

Ouça-as sempre !

Bjos

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Um Ano de Versos de Fogo

Marginal é a POESIA

que te PARIU!!!!!!!!!!

Violão em Chamas...

Violão em Chamas...