segunda-feira, 28 de junho de 2010

VI

O CANTO AO PÁSSARO DE FOGO!



                                 Para Emiliana Neves Manso.


Hoje, lembrei-me de ti

Do teu nome indígena:

- Olhos de Fogo! - ( Vida Passada )

Alguém te gritava... em um dia de chama ardente!

E teu bailar fez tremer os montes,

E teu passo seguro fez correr o mal!

E teu vôo negro flecha, flamejante,

constante...

Foi lembrado para sempre!...

A riscar a Via Láctea, o céu...!...

Vai! 'Não percas mais'

a tua força...,

É hora de partir!

Pois quando retornardes...

Serás o próprio Sol!...

Vai! Que teu grito seja ouvido!

E tua lenda, Tua marca, Tua canção e tua Dança

Cantada!

Teu legado deixado: O teu canto!:

- Olhos de Fogo!!!


_________
03/09/2000

4 comentários:

Marco disse...

Belissimos versos, Emiliana é uma pessoa iluminada capaz de nos levar a viver mais de perto nossas vidas passadas, sem nos perder nos caminhos adversos dos fatos também passados. As palavras dela, não esqueço mais.
M.A.

William Garibaldi disse...

Grato pelo comentário Marco.
Concordo com vc plenamente!
Vindo de um Poeta do seu kilate é duplamente honroso!
Abraços amigo!

Anônimo disse...

Como sabe que escrevo?
Abraços!
M.A.

Marco disse...

Caro William, escrevo novamente agora identificado para saber uma coisa. Me conhece?

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Um Ano de Versos de Fogo

Marginal é a POESIA

que te PARIU!!!!!!!!!!

Violão em Chamas...

Violão em Chamas...