sexta-feira, 2 de julho de 2010

VII

AS MARIONETES DE FOGO!


- Destino, a quanto tempo? - Saúda o Bobo da Corte Cósmica! O vívido palhaço .

E o Presente e o Passado?

Como têm passado!?... O que me conta deles?... O que me tens roubado?

...meus versos, minha vida, meu FOGO SAGRADO? ...de lumiar meus sonhos!?...

O fio de ouro das fiandeiras? ...Acaso mentirás para mim agora,

que descobri tuas (artes)manhas e tudo de ti? ...e não quero mais ser fantoche?!!!...

E me livrei da teia da aranha-bruxa má!!!!?... - Silêncio -

-  Acaso mentirás para mim agora?!!!...

....................................................................................................


Somos amarrados a vida ou a cruz!

Somos presos e a Serpente do Éden

É como o vendedor experiente

Nos enrola cada vez mais!

E a Serpente nos oferece o prato fino,

Este é o arquétipo, o desvendar deste mito!

E quando aceitamos, pagamos um valor absurdo

/ou Karma negativo!

E o desespero é oculto e selvagem,

Querer viver, ser jovem e belo e rico e saudável e feliz!!!...

é antes de querer só ter coisas boas e brinquedos bonitos

...antes de fugir da dor, uma Verdade!

Até esquecemos de sermos bondosos e caridosos e o diabo a quatro!

Óh Mago Mortal Destino!... O que me dizes?...

Descobri que eu posso trilhar o meu caminho

E que sou filho das Avós Aranhas que teceram o Universo!...

Mas também descobri que tu és o meu parceiro...

Quem diria!!!... descobri que tudo que devo 'pagar'

eu queria!...

Mas a dor a tristeza e o desatino humano!

Fios nos laçam e nos prendem a carne e nos cortam, Destino!

Como Marionetes de Fogo,

Marionetes de Luz no Palco da Eternidade!




Não repara...:
são versos de um garoto de 5 milhões de anos
que escrevo agora.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Um Ano de Versos de Fogo

Marginal é a POESIA

que te PARIU!!!!!!!!!!

Violão em Chamas...

Violão em Chamas...