quarta-feira, 19 de setembro de 2012

O Poder da Primavera


A gente acha que as Estações do ano estão misturadas, que não existem mais...

Mas os Ipês Amrelos, estão alheios a isto...


Dentro de mim tem um Ipê Amarelo Vivo...
Eternamente Florido!

W.O
1999
( O segundo poema que escrevi. )


Imagem dAQUI . Recomendo! 

A Vida, não está alheia a Vida!

E você?
Encante-se... Permita-se...
 







4 comentários:

✿ chica disse...

Lindo poema, linda flor! abração,chica

Beth/Lilás disse...

William,
E não é que vc tem razão?!
Teu poema me iluminou a lembrança de um belíssimo Ipê, bem amarelinho, no centro da cidade de Niterói, em meio a prédios, no jardim da Prefeitura.
Realmente, ele não nos deixa esquecer a primavera, nem você com sua poesia.
beijo e abraço primaveris, cariocas




Yasmine Lemos disse...

O Ipê é lindo,mas esse cigano aí em cima ...aff maria...rs
beijo grande

Astrid Annabelle disse...

Encantei-me e me permito comentar ..lindo Ipê...
....mas.......com disse a Yasmine...Ô cigano!!!rsss
Adorei seu poema...
Beijo grande William querido!
Astrid Annabelle

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Um Ano de Versos de Fogo

Marginal é a POESIA

que te PARIU!!!!!!!!!!

Violão em Chamas...

Violão em Chamas...