segunda-feira, 25 de abril de 2011

Secos e Molhados


Quando amanheço assim e penso...
na inutilidade do homem
na vaidade do homem
na confusão do homem
na vaidade humana
na confusão humana
na inutilidade que a humanidade se proporciona...
nesta finitude... nesta dor...
o que me consola...
é colher
flores astrais!





Flores Astrais

Um grito de estrela vem do infinito
E um bando de luz repete o grito
Todas as cores e outras mais
Procriam flores astrais
Um verme passeia na lua cheia



Composição : João Ricardo / João Apolinário











16 comentários:

Bloguinho da Zizi disse...

Acho que estou ficando velha.
Pra tudo isso eu diria:
Ai, que tempo bom!!!!!!
Saudades
desse tempo
e de vc.
beijinho Will

Yasmine Lemos disse...

Wilian!!! espero que seu feriadão tenha sido maravilhoso.O post tem muito do nosso mundo atual ,apesar da música ser de outra década.A vaidade domina,perverte,corrompe a dignidade e por isso tanta confusão,e maldade.
Mas..estamos por aqui pra mudar e falar em coisas boas.
beijo grande e uma semana bem linda.
p.s: obrigada pelo comentário no texto do site de Norma,adorei seu carinho.

✿ chica disse...

Bom lembrar disso! Lindo post. abraços,semana linda!chica

lolipop disse...

Excelente escolha! Essa eu conheço...

BEIJOSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

William Garibaldi disse...

Zizi! Que velha que nada! Tempo bom é de quem é eterno!

Bjus querida amiga!
Curta ai!

William Garibaldi disse...

Yasmine! Que linda verdade, eles estão atuais mesmo!

Mas estamos aqui pra mudar o mundo! Que lindo isto que disse!

Bjus querida! Eu amei sua participação no Blog da Norma!

Bjus de Luz!

William Garibaldi disse...

Uma semana linda pra vc tbm Chica! Bjus!

William Garibaldi disse...

Lolipop, beijos beijos beijos!

Nilce disse...

O mundo gira e os tempos são atuais sempre William.
Os acontecimentos ficam parecendo moda, vem e vão.
Bela escolha.

Bjs no coração!

Nilce

Carla Farinazzi disse...

Oi William!

Eu amo o Ney Matogrosso, os Secos e Molhados! Lembra da capa de 1.974 (meu pai tem!) com aqueles pães e vinhos na mesa da sala de jantar e as cabeças deles, pintadas, sobre os pratos em cima da mesa?
Delícia! Gente criativa é outra coisa, né? Adoro!

Beijos

Carla

Beth/Lilás disse...

William!
Que barato o teu resgate desta música!
E estou contigo, tem dias que dá vontade de colher flores astrais, bem distante deste mundo.
bjs cariocas

Adriana Alencar disse...

Que bom lembrar desse tempo! E pensar que eles eram considerados "radicais", hehehehe!
Beijo
Adri

William Garibaldi disse...

Verdade Nilce, eu gosto muito de Secos e Molhados, acredito nesta rebeldia inocente e neste choque cultural que eles foram e ainda são!

Bjus querida amiga!

William Garibaldi disse...

Carla, eu também amo o Ney Matogrosso e os Secos e Molhados! Pra mim eles serão eternos!
Sim eu conheço esta capa, criativos mesmo.

Bju!

William Garibaldi disse...

Beth, então vamos lá colher flores astrais!... tem dia que este mundo se complica mesmo, e dá vontade de ir pra outros mundos ^.^
Flores astrais pra vc!

William Garibaldi disse...

Adri, como as coisas mudam não é.. hoje eles passariam desapercebidos... eram mesmo muito radicais na época...
hoje o bonde das popozudas que é o radical! rssss

Tbm acho eles são românticos e geniais, amo o Ney Matogrosso e Secos e Molhados!
Grato.

Bjus amiga Adri!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Um Ano de Versos de Fogo

Marginal é a POESIA

que te PARIU!!!!!!!!!!

Violão em Chamas...

Violão em Chamas...