segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Pó da Separação...





Acabou!
Acabou setecentas e quarenta e duas vezes!...
Contadas no relógio!
Antes que realmente terminasse!
Acabou nos Calendários Maias
e nas datas da Grande Pirâmide de Gizé!...
Acabou no mar
e no Céu...
no Inferno
e no Carnaval!
Acabou no Natal
e no Dia de Finados!
Lavou a alma em tudo que é data!
Marcou cada dia da semana...
Dissemos besteiras
ofensas
sortilégios
maledicências!
Blasfemamos contra Deus e o Diabo!
Fomos mortos
crucificados
traídos
mal amados!
Agredidos...
por muitos...
Macumbados!
Feridos
...pássaros abatidos!
Simbolizados, para serem vigiados
dia e noite!!! Pelas Fofoqueiras Greias do Desejo
Na Pirâmide da Luz Venci o Medo
No caldeirão da bruxa encontrei o elemento...
Que sucumbe as Gréias...
Mas e Tu?
Eu me perguntava...:
Até onde nós dois nos arrastaríamos?!...
Fugi de mala e cuia de você...!
Antes que eu me acabasse! 
Antes que eu me apagasse!



Link da Imagem Utilizada nesta Postagem: http://www.flickr.com/photos/92845409@N00/1543331959/



7 comentários:

William Garibaldi disse...

Eu agradeço sinceramente os comentários. O carinho dos leitores e amigos comigo e com meu trabalho.

O Versos de Fogo adotou um novo jeito de trabalhar, buscando mais intensidade e veracidade, e isto está sendo muito bem aceito o que me felicita por demais!

Seguem as postagens do livro que esta nascendo desde julho de 2010, Rosário de Fogo.
Como todo livro de poemas que escrevo ainda não mexi nos versos e eles precisam passar por uma construção mais elaborada... geralmente é assim que trabalho.. o que me inspira... minha vida, a vida o fogo... tudo!...

Beijos de Fogo.

Yasmine Lemos disse...

está fogo puro seu blog! forte e intenso
parabéns e uma ótima semana de luz .
bjs

Ana Martins disse...

Boa noite William,
um pó de separação que marcou e delineou profundamente as marcas das feridas.

Gostei muito, parabéns!
Pelo seu comentário, está a trabalhar na edição de um livro, felicito-o por isso. Eu lancei o meu primeiro livro, no passado dia 11 de Dezembro. Era um sonho antigo que finalmente consegui cumprir.

Beijinho e muito sucesso é o que desejo.
Ana Martins

Maria Letra disse...

Gosto de receber, nos meus blogs, a visita de pessoas que, depois de ler o que escrevem, eu acabe por considerar diferentes. Diferentes porque fogem à banalidade, que nos fazem pensar, que não visitamos por visitar.
Quando visito um blog, vou em busca de uma leitura que se processe assim como quem está a comer um bom prato e estamos a tentar descobrir quais os ingredientes que lhe puseram para ficar tão saboroso. É isso! Saboroso!
Ora bem: Nesta minha primeira visita a este blog, ainda não consegui descobrir a origem dos ingredientes que fazem parte de cada texto. Quero ter a certeza que vou digerir o que vou ler, sem ter nenhuma congestão (no bom sentido) e, portanto, vou fazendo a leitura do que escreve, suavemente, para depois dar a minha opinião. Vou voltar ..., ai disso pode ter a certeza William Garibaldi. Eu vou voltar! Quero conhecer bem a estrada que estou pisando ...
Vou sair daqui a pensar. Pensar é um dos meus grandes objectivos quando leio.
Obrigada pela sua visita e até breve.

Astrid Annabelle disse...

William!
Hoje deu certo! Como sabe eu não sumi...sumiram comigo!!!rsss
Teu blog está lindo e poderoso.
E que poesia hein?
Amei!
Agora vou ler os outros posts.
Beijos na alma.
Astrid Annabelle

O Warehouser disse...

Curioso e lisonjeado.

Curioso pra saber sobre a história que pariu esse poema e pra saber sobre tua opinião a respeitos das Brumas.

Lisonjeado, é claro, pelas palavras. As boas de sempre, que me cede toda vez que me visita. Faz sempre com que eu sinta um peso nas costas... faz com que eu sinta uma responsabilidade, um senso de dever...não consigo explicar direito.

Quero que minhas curiosidades sejam sanadas e explicações, minhas e suas. Entendes? Então espere por um contato.

António Rosa disse...

Olá William

O teu blogue está cada vez mais poderoso e os teus poemas são fortes e delicados ao mesmo tempo.

Se cuida, meu amigo. Muito.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Um Ano de Versos de Fogo

Marginal é a POESIA

que te PARIU!!!!!!!!!!

Violão em Chamas...

Violão em Chamas...