domingo, 4 de fevereiro de 2018

Crônica de Carnaval


Um enredo chato para este carnaval...



Chegou o carnaval, e é tempo de se permitir... E de permitir ao outro o que ele quer ser. Claro que tudo com respeito. Estava pensando que não vivi a vibrância da espera este ano. Mergulhamos na dor da vida cada dia mais... Cada dia mais soterrados pelo fardo das contas e dos compromissos, pelas informações das redes sociais, pelo olhar das pessoas sobre nós... Até quanto nosso olhar também fere ou peso o corpo de outra pessoa também?
Mas é carnaval, e ele serve para liberar tensões! Prisões serem abertas... Para quem merece ser livre.
E o que dá o veredito?
A capacidade de sonhar o novo!
É carnaval e este será o carnaval do "assédio sexual" mais um "mimimi" que desperta. "Não me levem a mal é carnaval!" mas existe um exagero, pois nem tudo é assédio! Não sejamos tão puritanos! Assédio é perseguição! Se não há perseguição e nem insistência exagerada não é assédio.
Ontem eu vi uma mulata super bem produzida, ela havia mesclado a roupa do trabalho, estava toda de social, com a fantasia do carnaval, colocou um arco de unicórnio na cabeça e entrou no metro. Olhei para ela demoradamente, admirando aquele conjunto de cores e formas brasileiras. E antes de descer do metro ela comentou com uma senhora que estava sentada a seu lado:
Sabia que assédio sexual é crime?
E eu que não sou de levar desaforo pra casa, cutuquei seu braço e disse a la Jorge Lafond:
-Sabia que eu sou mulher?
E botando as mãos na minha cintura mesmo arrematei com meu escandaloso: POUPE-ME!
Ela foi embora com uma dúvida para seu carnaval e eu com minha decepção social. Mesmo sabendo que este "mimimi" é positivo, pois ele reequilibrará a sociedade que riu demasiadamente dos homossexuais, dos negros e nordestinos. Sei que todo exagero é um contrapeso, um refluxo e que depois de perder a sua força haverá uma chance maior ao equilíbrio.
Quanto ainda temos que aprender, esquecemos valores ou nunca tivemos?
E dizem até que vai haver uma desfile "dos Bíblias" na Sapucaí. Imaginem as irmãs rebolando com saias até os joelhos e varões girando as Bíblias em um só dedo, como se fosse pandeiro?
Será o Apocalipse!!!
Eu sigo sonhando meu carnaval, ainda que cansado, sonho o carnaval que virá e libertará o mundo... E definitivamente seremos iguais!



Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Um Ano de Versos de Fogo

Marginal é a POESIA

que te PARIU!!!!!!!!!!

Violão em Chamas...

Violão em Chamas...