quarta-feira, 21 de março de 2012

Cantos de Marinheiro...



Ogum Praieiro


Lá nas Minas Gerais,
onde eu morava...
irmão de outros, também mineiros
Onde estamos distantes do mar...
entre as montanhas,
vales,
florestas...
cachoeiras...
pedreiras!
Eu escutava o Mar me chamando...
e quando um dia atravessei 

na viagem para além das muralhas invisíveis...
e cheguei diante dele!
Descobri,
que não era o Mar que me chamava!
A canção que eu escutava...
não era do mar...
Era Dela!
Da Rainha das Ondas...
Sereia Mãe,
Dona do Mar. Odoiá!
Iemanjá, me chamava
com seu canto triste e doce
a Grande Deusa me queria
de volta em casa
( E chorava da saudade que eu tinha das estrelas...)
em suas praias...
é onde Ogum Beira Mar
tem que morar.




5 comentários:

Filomena Nunes disse...

E de onde pensas tu,
oh poeta das mil cores,
que vem a água salgada do Mar?

Pois...

De todos os choros,
de todas as saudades.

vem das dores,
suadas
pelos amores às Estrelas...

E, se vires bem,
repara que no mar também
Estrelas encontras
aqui e além...

Os Céus não querem que nós
alguma vez esqueçamos
do lugar de onde vimos
e para onde todos vamos...

Abraço Estelar... <3

Filomena

Yasmine Lemos disse...

Jorge é do mar e da lua
e faz a gente chorar!
salve!
beijos e cheiros grandes Will

Orvalho do céu disse...

Olá, amigo Willian
Eu também amo o amar... ontem passei o dia por eles... visitei algumas praias da Região dos Lagos... foi lindo demais!! Uma serenidade que me vem dele que só vendo!!!
Abraços fraternos de paz

Sandra disse...

Ah o mar e a sua magnitude sempre encantando e inspirando as mais belas criações.
Beijinho, Garibaldi

Simone MartinS2 disse...

"Um dia irei ver o Mar...
protegido pelo Cristo Redentor.
E segurando a tua mão,
sei que serás um bom Guia
e me levará até onde meu sonho
permitir chegar...Sem medo e segura,te seguirei até onde as ondas puderem me fazer flutuar."
Quem sabe um dia não é mesmo?
Se eu for para o Rio de Janeiro quero voce como meu guia com certeza! Abraços

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Um Ano de Versos de Fogo

Marginal é a POESIA

que te PARIU!!!!!!!!!!

Violão em Chamas...

Violão em Chamas...