Versos de Fogo - O Livro

Versos de Fogo




William Oliveira








O BEIJO DE FOGO DE JUDAS...


Para te inundar de versos

De gritos e verbos

Esta é a minha guerra!

É a minha maldição...

Esta será minha canção para sempre,

A minha sina...!

...como o beijo do traidor é doce!...

Minha poesia, em tua face esquerda!...

Depois disto tudo

Te mostrarei as Verdades Eternas!!!

Não sou eu a tua salvação? Nem tão pouco a tua vida?!...

Eu sou o teu verso,

O que te basta!

Para te jogar no Inferno

e de lá te arrastar

ainda flamejando ao Paraíso!

Só meu gesto te arrancará desta realidade-torpor

Em que tu vives.

................................................................................

A Verdade é que sem Judas

Cristo não seria nada!

E digo mais:

João Batista Batizava com água

E Judas Batizava com fogo!







A DOR DA VIDA


Quase me tornei amargo

e azedo e triste...

sem sal ou sem açúcar...

Mas foi um verso que veio e me queimou

não sei nem de onde saiu ainda...

Hoje a palavra dói em mim. Pentecostes...

E eu a sinto pesar em meus nervos

O dia... a saudade, a paixão e a alegria!

A poesia entre a minha carne e a minha alma

é a Descida do Espírito Santo!

Me fez outro!

imortal

para mim mesmo!...

Eu me sinto em meu corpo

e a dor da vida 'latina'!

Óh meu Deus, me dá o teu dom

...de ter mil bocas para cantar!

Se não vou estourar...!

...por dentro e louco!

Eu também quero vencer o mundo!!!











A Dor da Vida II


Quase me tornei amargo
Azedo
Aguado
sem gosto
E com desgosto!
...
Mas a palavra grita por mim!
Pesa! Me deseja!
Até ser cantada... e sentir-se prostituta minha
o gosto da minha língua!
A palavra não vem sozinha
enlouquece minha mente
e me absorve demente... 
'Melan-alcoólico'!!!
Até ser gritada no papel!...
Há dias em que fico louco,
selvagem e arredio...
e outros que canto 
santo, feito um menestrel caduco.
Nas praças do meu quarto
Nos telhados de minha casa
Nos altares de minha cama!...
Orgasmos de luz...
Às vezes sou privado de todos os sentidos!
E isto é ruim...
e me confunde
Mas na verdade entendi
que o que eu sinto nos nervos... 
do verso!
É o medo do mundo...
E no meu corpo, a Dor da Vida!

...

O meu desejo
é ser como Deus,
que tem mil bocas
para cantar!
Mil ouvidos...
mil braços para abraçar...
mil membros de todos os tipos!
E mesmo assim ser Humilde!...


________
30/03/01










Solidão de Poeta

Eu vejo coisas que vocês não veem...
Eu vejo ouro onde vocês acreditam haver lixos!
Eu escuto o que vocês não escutam...
e sinto o que não sentem...
Só enxergo o impossível!
Sinfonias harmônicas no meio do caos!
Por isto, para mim é tão difícil
conter todo este fluxo
em meu peito cativo...
São mundos e seres impensados pelo homem
que eu conheço!
E histórias atemporais que eu me lembro...
e respostas causais do tempo...
recebi de todas as bocas astrais.
E não tenho para quem contar,
E sozinho... só me resta cantar demais!...

_______
29/12/01








Fluidez Bandida!

Nesta noite, eu só sei...
que a poesia corre solta por mim...
em minha pele cavalga...
Veneno no meu sangue
Arreio nos meus tendões...
Tesão!
Poesia e paixão!
...
Eu perdi a minha alma...
Eu perdi tudo o que eu pensava que era meu!
Meus amores...
o meu dinheiro e a saúde.
E até meus amigos falsos...
Eu perdi o meu nome!...
Mas o que me importa?...
Eu não sou nada disto que perdi!!!...

















Rumo a Novos Tempos


Vai guerreiro dos ventos!...
Intemporal em teus rumos
Por estes eternos domingos
incendiados por ti!...
Pelo teu verso veneno!
E um dia há de encontrar uma manhã
de domingo de sol e céu azul...
e ver teu avô Zezinho-feliz,
retornar no seu Fusca ( Vimana ) branco...
buzinando e tocando gaita!

________
Baependi
14/04/2002












Canção de Moço do Interior que Alcança a Maior Idade


Mãe eu vou-me embora!
...Mas não fique triste, não! Não chora...
Que eu vou ser Poeta na Cidade Maravilhosa!
Não ligue se doer...
Eu vou crescer
Sem medo ser feliz!...
Vou ter uma namorada no Leblon
e outra em Paris!

_______
28/05/02












Cavaleiro de Aço



"Quem é o Cavaleiro...
Que vem de Aruanda?
É Oxóssi em seu cavalo...
Com seu chapéu de banda"

.Ney Matogrosso


Chegou em minha casa, ainda pela manhã
atendendo ao meu telefonema de satã!
Era o cavaleiro...
Em seu cavalo de aço
Seu corpo torneiro mecânico,
Suas coxas de ferro!
Era o cavaleiro com sua armadura de metal
E chegou todo duro!
Mas baixou suas lâminas
brancas armas
e coloriu minhas escadas
da cor do azul do céu!
Era o cavaleiro
com suas asas espáduas
com suas rimas de velcro
sua cueca de nylon...
E quando foi embora
o cavaleiro era de fogo!...
Incendiado por meus versos ígneos!
Levou dois segredos meus
e eu me arrependi,
pela primeira vez na vida de alguma coisa...:
Me arrependi de não ter sido completo... sua mulher!




















O Alquimista do Aço


Sou Alquimista...
do Aço
...eterna conquista!
Transformei o Carma em Ouro!
Saturno em Dharma!
E alquimizei o Velho Mundo...
O Velho Ferreiro,
foi curado...
já não é mais coxo.
E assim na velha cidade cinza...
a neblina tóxica foi dissipada
e se desfez finalmente...
Enquanto a alma do poeta se purificava
um Xamã Urbano... um Arlequim Serpente
levando consigo toda a poluição
da mente humana
que estava nele,
uma 'craca' em sua alma...

Novos dias nasceram para sempre!

Novos versos!

Os novos cantos surgirão livres agora...
E o poema seguirá o seu caminho
E esta Luz tão cantada... ele acabará encontrando!
Nada é mais forte do que quem ( canta ) ama!
O poeta transformou a Cidade do Aço
em uma Cidade de Ouro!










Movido

Um dia, em uma certa tarde,
quase esquecida...
uma estranha felicidade sem motivo
se apoderou de mim...
Tomou-me em cada tendão do meu corpo,
como se eu fosse, a sua marionete de liberdade!
Então nada mais podia me fazer mal...
Nada podia me ofender!
Nada podia me parar...
Eu estava vivo! Consciente
Prazeroso...
E sabia o que queria
e para onde eu ia!...
Era o Verso que caminhava na rua
enquanto o sol surgia... !

_______
2010









Andrógeno Anjo

Também posso ser Dona de Casa...
Quando me torno mulher...
um homem perfeito!
Quando me torno mulher sou anjo!
Quando me torno mulher sou cobra alada
mais que anjo!
Quando me torno mulher sou macho,
feiticeiro... abrigo do mundo!
Casamento Gay

Quando dois sois vivem juntos...
nada mais precisa ser remediado!...











Senha e Sanha

Então você quer saber tudo de mim...?
Está disposto a entrar em minha vida
e comer da minha comida,
escutar a minha poesia bandida...
afoita, a faca aflita!?
Você aguentaria esta conquista?!
Esta partilha?
Quer meus documentos também?...
eu lhe dou!...
A senha do banco?...
A Sanha de ser livre?
Quer me ver desnudo?...
Vem depressa...
Mas vem hoje,
que eu tiro a roupa toda pra você!
Sou poderosamente sem escudos...
E tu?
Mais um menino medroso e vulto!







Senha e Sanha II

Outro!
Outro amor absurdo!
Que pensou poder me deixar sem chão
  • Estou pisando em ovos com você!...
/ Querendo te fazer um mexido!
O que me inspira?!: Pisar os teus ovos!
Vai me beijar amanhã no escuro do Boulevard 28 de Setembro...?
Que digno!...
Estarei lá amanhã as vinte e uma horas no escuro,
e você vai ?...! Vai fugir de mim de novo
enlouquecido!...
De desejo e medo,
homem burro!...








Crônicas do Rio Vermelho
...Vivo!

Despencaram de mim as cascas
Troquei de pele, feito os répteis!
Sou novo ritmo – Quero nova Lei!
Tudo novo – Tudo leve!
Montar poemas feito quebra cabeças
de madeira e sonho!
Formar imagens de manhãs azuis
Oito Horas!
E sentir o sol
E caminhar na rua...
na praia
Observar o estranho povo
das ruas do Rio...
do meu Rio!
Pisando no azul do céu!
Envolto em nuvens fofas...
Com a alma elevada pelas montanhas altas!
E o coração seguro feito o mar!... quero só amar!
'Meus sonhos, minha vida...
está tudo justificado, Piaf. Por você!
A apoteose minha... é que acima de tudo
sou uma cantora parisiense,
vestida de vermelho!








Mão de Pemba”

Eu escrevo...
Eu escrevo vinte e quatro horas por dia!...
Às vezes finjo ser outro,
se não somente escreveria!
/enlouquecia.














Mulher Vestida de Sol

Deus me ilumine!...
Para que este Novo Sol
que está nascendo de mim
não doa tanto!...
Porque este poeta
já sentiu A Dor...
de ter parido
O Próprio Dia!!!

________
07/11/10











Aforismos, Desaforos e Motivos...

Canto porque paixão
é meu nome!
E prazer meu motivo...
Dançam em flor e fogo
em minha pele!
A Canção, é a matéria da qual sou feito!
Como pode?!!
Um homem ser feito de Carnaval?...

"Antes de ser mulher,
sou inteira poeta!"
Hilda Hist










Não se esqueça que sou Poeta Mineiro!...

Estar mineiramente poeta,
é cantar quietinho...
Quero 'quarar' poemas em girais
em dia de sol parado no tempo!...
E quando eu mesmo mover o céu
com minha música recém-nascida...
Vou cantar ao redor de fogueiras!
Girar com as estrelas...
abraçar amigos...
reencontrar amores outrora perdidos
Antes da Aurora
surgir no céu dos trópicos!









Pó da Separação

Acabou!
Acabou setecentas e quarenta e duas vezes!...
Contadas no relógio!
Antes que realmente terminasse!
Acabou nos Calendários Maias e Astecas!
E nas datas da grande Pirâmide de Gizé!...
Acabou no mar,
no Céu...
e no Inferno.
Acabou no Natal
no Carnaval,
na Quaresma!...
E sepultou nosso coração no Dia de Finados!
Lavou a alma em tudo que é data!
Marcou cada dia da semana...
cada esquina da cidade,
uma brutalidade tua...
um desleixo teu...
um desdém, e uma despedida minha
Dissemos besteiras,
ofensas,
sortilégios,
maledicências!
Blasfemamos contra Deus e o Diabo!
'Fomos mortos,
cuspidos,
crucificados
traídos e sepultados!...
Mas acima de tudo mal amados!'
Agredidos... e apedrejados, por muitos...
'Macumbados!' e feridos
...'dois pássaros' abatidos!
E Simbolizados para sermos vigiados dia e noite!!!
No caldeirão do medo!
E eu me perguntava, até onde nós dois nos arrastaríamos?!...
Fugi de mala e cuia de você...!
Fugi de mim!
Antes que eu me acabasse em verso de Desilusão!

“… ouça-me bem amor.../
preste atenção/ o mundo é um moinho!”
Cartola.








Noiva em Fuga

Sou um poeta do fogo...
da guerrilha!
Marginal
das letras...
Anônimo
um fantasma dentro de gavetas!...
Tinha tudo para ser tristonho
Mas é que vivo rodeado
de querubínicas mulatas!...
E me tornei instrumento
de vozes muito antigas
E das mais novas idéias!...
Que agora cantam e falam
em minha pele e DNA!

....................................................................

Você quer a verdade sobre mim...?!:
É que hoje...
apenas hoje!
Sou uma Noiva em Fuga!









O Canta (dor)


.Para Ivone Cianciarelli / Kaly
por ter vivido a sua dor
e por ter sobrevivido,
como eu sobrevivi!


Escrevi um poema em teu nome!
Em teu nome tantas coisas eu fiz!...
me transformei,
me mudei,
me libertei,
me matei...
me renasci!
E foi bom...
Mas eu poderia fazer de ti a dor
da minha vida!... mas não!
Não rezo mais esta ladainha.
Hoje faço só CANÇÃO!...

______
2001









Pequeno Cancioneiro do ano 2000

Tem um Menino,
no Sul das Minas Gerais!
Produzindo Literatura
de Alto Risco!









O PORQUE dos Versos de Fogo

De tanto sofrer de Amor-perdido!...
Eu me tornei Rebelde-bandido!
TIVE,
que ser mais forte...
e aprender a viver com a morte!
E me metamorfoseei tantas vezes
em cores de camaleão ternura!...
E seguidas tentativas de renascer empreendi!...
Como a mariposa que se atira na fogueira
de saudade da Luz...
( ou paixão )
pelo fogo ou pela Lua!
Eu me tornei o meu próprio FOGO!
Tal Fênix ensandecida de fantasia de luxo...
Tanta pluma tinha, que me consumia...
Queimei o teu deboche,
Escárnios vivos de mim!
... em carne-viva!
Brasa Viva...
Ri agora!








Amigos

Quero amigos que vistam a camisa!...
Que sejamos um time, e não dois times opostos!
Quero amigos que não fiquem em cima do muro...
E se acaso subirem em um muro,
que seja para gritarmos juntos pela liberdade!
Que tudo o que seja partilha, seja a nossa justiça!
Quero amigos em quem eu possa confiar...
Quero amigos que se contentem, em falar de mim na minha presença...
E se acaso eu não estiver por perto...
que seja apenas para elogiar!
Não tenho medo de querer o melhor, ou render elogios...
Não rejeito as melhores companhias...
os melhores pratos da vida,
as melhores Graças Divinas!!
Não tenho medo de dizer “não” para a vida!...
nem tenho medo do Prazer.
Eu quero gente boa no meu samba!
Quero muitos amigos...
Mas Amigo, é aquele que tenta te compreender
e que sabe do que você é capaz de fazer!...
Sabe que você pode sim se superar para o bem,
mas nunca para o mal!
Quero amigos que acreditem em mim!
Porque eu acredito nos meus amigos!
Porque eu os defendo...
Porque eu visto a camisa deles!
Não marco gol contra!
Mas se acaso acontecerem coisas imprevistas,
e eu os machucar,
sou franco ao pedir desculpas!
Também sou fácil em perdoar...
Quero amigos para conquistar mundos infinitos junto comigo!
Quero amigos pra que sejamos
um esquadrão de heróis vermelhos!...
E aos amigos que tenho, que são assim,
Verdadeiros!
Eu lhes deixo o meu agradecimento com alma
e coração!...
E se acaso estiverem me ouvindo,
saibam que este samba não rimo por vaidade, não!...
Eu quero Amigos, muitos amigos...
“eu peço isto a Santa Sara Kali!”
Foi o que me disse
a Cigana Justine!









Baladas para a Madrugada

Quando criança,
eu também sonhava com o amor-perfeito!...
A princesa encantada e pura
Virgem do altar grinalda
Mocinha da novela das oito!...
Mas foi que conheci o vilão da história...
Roubei o príncipe pra mim!
E fugi com o bandido arlequim...
Aqui começa a minha ( Glória ) história!
Eu estou cansado deste 'baile de mascaras secular!'
'Há potestades malignas no ar!...'
Enquanto anjos distraídos...
olham com desejo uns para os outros!
E querubins rosados
disparam flechas de apaixonados
pra qualquer um que passar!

*

- Colombina! Volte aqui com este Arlequim!
Que ele vai ficar é co-mi-go!!!

_____
2001










Poema de Clarice Lispector e Carla Farinazzi


"Não me provoque,
tenho armas escondidas...
Não me manipule,
nasci para ser livre...
Não me engane,
posso não resistir...
Não grite, tenho péssimo hábito de revidar...
Não me magoe,
meu coração já tem muitas mágoas...
Não me deixe ir,
posso não mais voltar...
Não me deixe só,
tenho medo da escuridão...
Não tente me contrariar,
tenho palavras que machucam...
Não me decepcione,
nem sempre consigo perdoar...
Não espere me perder,
para sentir minha falta.."


( Abusado Completo : )

Porque sou uma mulher muito bandida!...

Tenho versos na esquina
jogados na solidão
escritos nos muros
na sarjeta
na calçada...
na solidão!
mas ninguém me pisa!
Não! Porque tenho loucuras de ser estrela...
e retornar a origem...
ser divina de novo!
Sou Fera...
Sou freira!
Deusa,
Homem,
Mulher!
( Todo homem que é mulher também...
É uma criatura muito perigosa...
um deslavo...
um descalabro! )
Você sempre fez pouco de mim...
desde o começo!
Sempre foi assim...
...
Como eu pude deixar...?
Eu estava um lixo quando você me encontrou!
E agora não estou diferente não...
não estou melhor!

( Para!... que isso ta virando letra de musica
da Rihanna! Oh Gods...!!! )








Contradizendo os Pessimistas:

'Existe algo mais Útil que a poesia?

A poesia cura pessoas!
A poesia não extrai petróleo nem constrói aviões...
porque eles são desnecessários para quem tem asas de poeta!
A poesia faz fusões e aquisições, empresariais;
Acalma o mercado e fortalece o dólar,
  • Afinal é a moeda do país de Walt Whitman! -
Mas com certeza não está muito interessada em fazer IPO!!
A Poesia aumenta a eficiência de tudo.
Corta gastos;
Absurdo;
Delibera;
Redesenha Processos;
Elimina desperdícios;
Perdoa réus!
Ela é um aproveitamento total da Vida!
Uma benção!
A poesia tem conexão 3G, GPS, Wireless...
Faz planilhas e relatórios
e ainda participa de todas as reuniões
onde tiver um coração de fogo!!!
Define Testamentos...
Institui vínculos frutíferos...
Ela conserta tudo;
Facilita tudo;
Melhora tudo!
Tentam acabar com ela, por não compreenderem...
que ela é ao mesmo tempo profunda e vazia!...
nem compreendem o modo como pode ser tão cheia de amor e sentido...
Assombram-se,
a poesia ser a única coisa que dá utilidade a vida!'








O Sexo da Poesia ou dos Anjos
( DISCUSSÕES DE POESIA SEM FIM! )

Lutam,
discursam...
Tentam entender o que é Poesia!...
Definir e rotular!...
Explicar o que é para ser sentido!
Mas não poderão fazer nada!
Porque não reconhecem que:...
Poesia deveria ser 'tudo o que se diz!...'
Poeta é quem lê, não quem escreve!
Poesia é mais do olho que da língua!
Poesia é você que está me lendo!
São seus olhos que criam toda a beleza...
deste momento...
deste poema!

E o que são os poemas?
Se não a energia de momentos escritos...
Ah, são muito mais!...
Eu não vou cair na tentação de defini-los!
Poeta é você!
Isto eu digo com respeito e com coragem!

Poeta é quem dança
com a vida...
Sem medo
'Sem vergonha
sem pecado e sem juízo!'
Não, não é preciso escrever para se ser Poeta!...
Para ser Poeta, basta viver!...
E seguir seu coração!...
Mas tem que viver bonito!








À Flor da Pele

Eu tô à flor da pele!...
Sem medo!
Com saúde e com Coragem!
_____________________
"Ando tão à Flor da pele..
que qualquer beijo de novela me faz chorar..."
.Zeca Baleiro
_____________________
Resenha de Verso:
Eu tô à flor da pele!...
e vou beber,
do teu vivo-veneno!
Hoje eu tô combustívo
feito enxofre!







Meu terno branco de linho e meu chapéu de fita vermelha

Há todo um mistério nas palavras
deste poeta conquistador...
Há sim, todo um mistério
em ser fruto fácil do mundo.
Sou malandro às avessas!...
Não bebo, não fumo...
só jogo carta para prever o futuro!
Mas conquisto a mulata...
dou facada e jogo capoeira!










Dom Artístico ou A Gestalt de Freud!

Quem sabe o papel do homem
nesta 'poeira'...
Seja agitar sua bandeira
Para que alguém lá do alto
das estrelas...
possa nos enxergar...!?


. Freud, disse pra mim, em meu sonho nesta madrugada.









O Filho do Diabo

Passei por outro momento de crise!
Baixa na Auto-estima - Autodestrutividade...
Estas mortes tão comuns à humanidade!
E pensei em desistir de quem sou na verdade...
...de cantar!
Senti o peso de ser livre,
e o chicote do mundo machucou os meus olhos...
e suas rédeas apertaram minha coluna...
E sangraram fundo a minha boca os seus freios
de ferro bruto!
Novamente me senti impuro, por ser um homem sem medo !
sem tristeza....
mas ainda assim com dor...
Terrível criatura!!!
Que por isto, o mundo enxotou!
Tendo medo de se libertar
ao escutar o seu canto sem lamento!
Mas estou me polindo...
feito um diamante raro!
E consegui me resolver... ma-te-ma-ti-ca-men-te!
Com o simples fato
de que sou mais saudável sendo livre!
E, ora, também já estou muito velho
para ter medo de errar...
Agora estou polindo, aqui, os meus chifres vermelhos!
e colorindo meus pentelhos...
( Eu sou o que eu sou! )









Liberdade para ser Poeta!

Perdoem a palavra Poesia
'Ela não sabe o que faz!'

Perdoem a palavra Poesia
Ela não sabe o que dizem dela!...

Perdoem a palavra poesia
Se ela machucou quem não devia!
Ou interrompeu com o falso peso
que lhe deram,
e a "Eureka!" ...
de quem cria!
... a bronha de algum jovem poeta!
Ou se ela impediu o coração de cantar!
Ela não sabia!
...desta toda Academia
destes Tratados todos
que lhe impuseram
e lhe deram a autoria!
A poesia está para nós feito Deus e o Amor...:
Disseram um monte de besteiras sobre eles
Organizaram Decretos,
Convenções,
Congressos
E todos impuseram o que mal-pensavam...
E pequenos, em suas visões
apagados em seus sentires...
mancharam a imagem de Deus
e anularam, por não saberem,
o Poder do Amor...
Mas com a poesia fizeram pior!
Deixaram ela para os que falam torto!
Estabeleceram nela
padrões do medo... e do contrário...
da tristeza...
E agora vem este Poeta do Fogo
dizer que a poesia
é feito o gozo...
num vai e vem de-li-cio-so...
O Universo VIBRA...!
Treme(-)luz!
Esqueçam todas as regras
Esqueçam a palavra poesia...
que dá métrica!
Que dá medo!
E venham comigo!
Cantem comigo todos os poetas perdidos
no tempo!... sofridos...
Cantem comigo, todos os Povos da Terra!
E no próprio remendo
de seus versos flamejantes
E cantemos na cama!
No chuveiro
e no trem da Central do Brasil!:

Poesia não é de ninguém!
Poesia é do povo...
o povo faz poesia o tempo todo
e não sabe...
Disseram que era mentira a poesia do povo...
Disseram que era mentira o sonho do sonhador...
Disseram que Deus não existe...
e que deve ser tolo eternamente o Amor !
Mas hoje eu lhes digo que é mentira!
Venham todos!!!
Cantem comigo!

Mas primeiro abominemos a palavra Poesia!
Mesmo ela sendo ( - Pishiuuuu! Não conta! )
a nossa Única Riqueza...!








Todos os Corvos são Negros

As pessoas têm medo
dos poetas bandidos!
Como se estes,
fossem também traí-los...!
E fogem deles
como fogem dos leprosos!
Estes cadáveres vivos!
Jamais vencidos!
Evitam andar com eles nas ruas,
para que não sejam apontados
medidos, associados...
/ perseguidos
e feito eles
Traídos...!










Falsa Woman / Aparição

Sou MULHER a maior parte do dia...!
E de noite sou fogo no céu...
na cama...
no chão!








Meu Vestido I

Quando me visto de mim...
minha pele não é esta...
há estrelas nela...
O Paraíso está em mim!






Meu Vestido II

Vesti o meu vestido vermelho...
Apareceram meus braços peludos...
As minhas costas largas
musculosas espáduas
rasgaram meu vestido!










Síndrome de Cristo

Queria ser um poeta, destes de estantes e gavetas,
de flores... e livros!
E fazer poesias de armários!
Eu não queria ser marginal!
Outrosim, convencional e compulsivo!
Leve e doce, feito flores de maio...
Mas sou um poeta da Contracultura!
Um homem ( Anárquico ) que reinventou a sua solidão!
E o seu verso...
e a utilidade do seu veneno! Vacina!!!
Que reinventou o seu eu! Reviveu!
apesar da vida...
Um, que tentaram abafar a qualquer custo ( Cristo ou Crosta! )
colocando pedras, cimento e calcárias
em cima de seu corpo rubro desejo...
Calando a sua boca... e roubando o seu Carnaval!
Um homem
que precisava entregar a sua mensagem...!
Feito mesmo, um Cristo!...
Sim, eu sou um homem-poeta, cristo e marginal!
( ...Todo Cristo é marginal e poeta!... Já parou pra pensar? )
Vivendo com o peito ferido... marcado de sonho...
ardido de vinagre e lança!
Machucado de mim...
Desta espada-poesia violenta
que seguro com as mãos firmes e sangrentas...
Espada-poesia que EU escolhi segurar,
Aceitei-Assumi!
Minha Lenda!
Meu destino... meu Eu...
o Material do qual sou feito...
o eu que saiu de Deus....
E mesmo estando neste mundo hipócrita!...
Sou feliz e assim ...sou poeta!
Sou homem e mulher ao mesmo tempo!
Sou eu! Meu! Sou Deus de mim!...
Só que a dor disto tudo me dilacera!
É um fardo muito pesado este
( uma cruz! A minha cruz... ) saber pensar!...
Se montar... se recriar... se reinventar do jeito
que te faz feliz e saudável!
Florecer...

Eu sou a mistura filha da puta
de homem, Deus, mulher, Diabo e Serpente!

( Pausa pro Divã! : )
  • Querermos ser quem somos na essência...
ou escolher, nós mesmos nos formarmos, nos moldarmos
e nos encaixarmos em nós e depois no mundo correto?...
Agora e a coisa mais difícil do mundo?!
  • A coisa mais difícil do mundo é ter coragem de ser saudável...
porque neste mundo torto a cultura da mente doente impera!...
Por exemplo, ser correto não é ser feliz... ser certo... é estar errado!
  • Coisa de louco mesmo!
  • Sim! Por isto temos que saber primeiro que isto é possível (?) (!) ...
Isto … a escolha!
  • Como é duro!... Este trabalho!
  • Esta escolha nos é roubada muito cedo,
nesta cultura.
  • Tá vendo! É disto que falo!!!... Queria escrever sobre outras coisas
Ser ovelha! Ou cantar igual... ou cantar direito.. eu canto mal...
canto mal cantado, por que canto em desmando!
Queria, cantar canções mais felizes...
não de campos de batalha!...
Mas agora... vou sair desta culpa-social! Vergonhosa!
...de mim e do outro, muito mais!
Vou ser mais eu! Vou ser Poeta!
Cristo nunca mais!...
Vou ser mais de mim!
Sem medo...!
Mais poeta...
Marginal!









Verso de Guerra é mais bonito?!...

Sou poeta e não vou me calar!
Eu me tornei poeta para poder cantar
esta musica incrível, que trago em meu peito doído!
E o que importa, se alguém está ouvindo?...
Eu canto por que, sou a Canção!
Eu canto por que o lobo uiva
e o pássaro voa...
Este é meu naturale officium...
Eu canto, porque a poesia nasce do meu corpo!
Tem gente que só faz cocô!...
E eu faço Versos!
Eu não canto para ser ouvido!
Mas incomodo quem está dormindo!
E com esta mesma caneta ardida ou faca
abri caminho na mata
cerrada, que era esta terra!
Sem fogo e com frio,
o Verso foi o meu único abrigo!...
A minha fogueira...
neste mundo de gente hipócrita e fria!
Pensam que, é só romântico que é Poeta?
Pensam, que uma pena não é capas matar!?...
Ou que frágil, não pode vencer uma guerra???
Ah, pois digo sempre a estes fracos,
que um verso é capaz de guerrear...
A arma do poeta é sua caneta!...
Jamais vão me calar!

. Em Honra a Ogum Iara, Ogum Megê, Ogum Sete Ondas, Ogum Sete Espadas e Ogum Beira Mar, Ogum-Yê!!!









Poesia Viva!

Tem gente que não precisa
escrever
para ser poeta...!
Basta viver!







West Side History...
( "Amor Sublime Amor!" )

Oração
O Poeta: Tenho um amor tão grande
dentro de mim...
que tenho medo!

Sou capaz de amar
de um jeito tão incondicional e vivo...
que tenho medo!...

Não consigo ser eu mesmo!
Porque o eu verdadeiro que sou...
é apenas amor...

Todos:
"O amor comeu a minha paz e a minha guerra!!!...
O meu dia e a minha noite!!!!"

( João Cabral de Melo Neto )







Solidão

Solidão é amar uma pessoa só!...








Meu Perfil no Facebook

Sou baixo, alto magro,
moreno, negro, loiro,
Branco, mulato...
Sou sensato insano!
Sou gordo sarado!
Sou cabeludo careca
Liso peludo;
sou intenso brando;
molhado seco;
flexível rijo;
macio duro!
Doce santo, capeta-humano!
Sou eu e pronto!
Sou meu e basta!
Tenho muitas caras...
E vou logo avisando que sou claro
feito ouro branco!
A poesia é a única unidade que existe em mim...
Sou um homem de verso...
por isto diverso!









Poesia da Vida ou Deus

Todos somos mundos separados...
e podemos visitar outros mundos...
compartilhar infinitos pessoais.
cada ser em si é um universo...
Preste bem atenção...!
Há tanta poesia na vida...
que vivemos todos em um Uni(verso),
que é parte de um Multi(verso)
que por sua vez é parte integrante
de um Pluri (verso)
Multi (verso)
e além!...











Marginal???

Marginal é a Poesia
que te pariu!!!!!





LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Um Ano de Versos de Fogo

Marginal é a POESIA

que te PARIU!!!!!!!!!!

Violão em Chamas...

Violão em Chamas...