segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Cartão de Natal


Feliz Natal a todos os amigos e leitores do Blog.
Ano que vem tem novidades!
Sucesso a todos!


Musicas que falam

Duas musicas em minha mente hoje o dia inteiro...


´´Eu sou sua menina viu!
Você é o meu rapaz...´´

´´Só privilegiados tem ouvido igual ao seu...´´


quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Um poema incrível!


No te rindas


Mario Benedetti

"No te rindas, aún estás a tiempo
De alcanzar y comenzar de nuevo,
Aceptar tus sombras,
Enterrar tus miedos,
Liberar el lastre,
Retomar el vuelo.
No te rindas que la vida es eso,
Continuar el viaje,
Perseguir tus sueños,
Destrabar el tiempo,
Correr los escombros,
Y destapar el cielo.
No te rindas, por favor no cedas,
Aunque el frío queme,
Aunque el miedo muerda,
Aunque el sol se esconda,
Y se calle el viento,
Aún hay fuego en tu alma
Aún hay vida en tus sueños.
Porque la vida es tuya y tuyo también el deseo
Porque lo has querido y porque te quiero
Porque existe el vino y el amor, es cierto.
Porque no hay heridas que no cure el tiempo.
Abrir las puertas,
Quitar los cerrojos,
Abandonar las murallas que te protegieron,
Vivir la vida y aceptar el reto,
Recuperar la risa,
Ensayar un canto,
Bajar la guardia y extender las manos
Desplegar las alas
E intentar de nuevo,
Celebrar la vida y retomar los cielos.
No te rindas, por favor no cedas,
Aunque el frío queme,
Aunque el miedo muerda,
Aunque el sol se ponga y se calle el viento,
Aún hay fuego en tu alma,
Aún hay vida en tus sueños
Porque cada día es un comienzo nuevo,
Porque esta es la hora y el mejor momento.
Porque no estás solo, porque yo te quiero."














quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

O meu Natal... inspirado pela Orvalho do Céu!


Expectativa de Natal, foi o tema que escolhi para participar da Blogagem proposta pela Rosélia Bezerra ( Orvalho do Céu ) Em seu blog Espiritual Idade.
Como virá o meu Natal? IV Interação de Natal.



O meu Natal, será mineiro.
Volta as origens, pão de queijo, café da manhã diante das montanhas...
o sol surgindo e eu com minha mãe degustando "quitandas"...
Depois caminhar e sentir a vida... 
Vai ser com a família.
Quero rever todos os amigos que lá moram, em uma procissão de reencontro
com os anjos que Deus me enviou.
Baependi... quero ir a missa na Igreja de Nhá Chica.
Quero ver a minha Caxambu...
o céu azul profundo durante o dia... 
e quando a noite chegar, cheia de estrelas e luar, 
a magia estará no ar...
Apreciando as decorações das praças e igrejas barrocas...
a leve chuva que sempre vem a noite... e logo se vai...
Poesia Mineira...
Assim será o meu Natal!



Grato Rosélia, pela inspiração e pela oportunidade.
Bejus de Luz
Feliz Natal a Todos. 
E que o Cristo renasça em todos os corações!



Visite a Rosélia em seu Blog: http://www.idade-espiritual.com.br/




quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

É sempre o verso que vem e me restaura...



Do Poema de Sagita


O Poema busca por mim
pergunta de mim as gentes
para os postes
nas ruas...
nos campos...
no deserto.
Eleva-me a gama dos máximos
daqueles que simplesmente cantam
não mais vivem
O Poema vem
e infringe o meu livre arbítrio
de querer ser triste
Ele arromba a porta!
e me toma...
e me obriga a sentir o perfume das mulheres
a tocar as morenices dos homens...
querendo eu ou não
ele retira-me toda visão daquilo que é feio
e desanuvia os olhos
e pinta cada flor dos meus caminhos
colore o céu de um azul vivo
tira de mim
o preto e o branco
da minha visão doente
e humana...
O poema vem
e me toma!
E faz de mim o homem mais belo do mundo!
Um homem cercado de poesia
abatido de verso
inebriado de música
O poema vem e me embriaga
Boca a baixo a vida
me consome
é meu delírio
meu fim
início do que jamais sonhei!
É flecha que voa ao meio dia
é graça que toca a boca dos ímpios
em brasa...!
O poema queimou os meus lábios...
e agora eu só sei cantar!



Imagem James Quaitance



LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Um Ano de Versos de Fogo

Marginal é a POESIA

que te PARIU!!!!!!!!!!

Violão em Chamas...

Violão em Chamas...